Saiba o que analisar na hora de escolher o melhor banco digital pj para o seu negócio!

18 de Novembro de 2020
melhor-banco-digital-pj

Com o surgimento de muitos bancos digitais, o empreendedor tem inúmeras necessidades para serem atendidas quando se trata de gerenciamento financeiro do seu negócio.

Os bancos digitais surgiram justamente com a proposta de serem adaptáveis tecnologicamente, terem burocracias muito reduzidas e oferecerem transparência e liberdade para os clientes. Todo o movimento das fintechs (startups que trabalham para otimizar e inovar no sistema financeiro) surge oferecendo inúmeras possibilidades para o mercado. Mas com tantas opções, como saber qual o melhor banco digital pj para a sua empresa? É o que vamos analisar neste post.

Leia também | Banco Digital: 4 motivos que mostram que vale a pena investir

Quais os pontos principais para fundamentar minha decisão? 

A gente sabe que empreender por si só é um desafio constante. São inúmeras preocupações que vão desde contato com fornecedores até atendimento ao cliente que fazem parte do dia a dia. E quando falamos dos micro e pequenos empreendedores, o impacto é ainda maior já que os primeiros passos do negócio exigem muito mais energia e dedicação. Segundo dados do SEBRAE os pequenos negócios movimentam cerca de 27% do PIB do Brasil sendo que o destaque principal é para o setor do comércio, no qual dominam com 53,5% do setor.
Com toda essa expressividade nos números, já conseguimos ver o quanto é importante trabalhar para impulsionar as micro e pequenas empresas e usar principalmente a tecnologia a favor desse crescimento!

Mas quais os principais pontos que valem a pena ser analisados para fundamentar sua escolha de banco digital pj? Aqui vamos listar 4 para te ajudar! 

 

1. Tarifas

O principal motivo de mortalidade das empresas no seu primeiro ano de funcionamento está ligado à falta de gestão estratégica e financeira do negócio. E segundo respostas de 52% dos entrevistados o fato de conseguirem menos impostos e redução de encargos seria primordial para evitar a falência. Portanto, é essencial analisar as tarifas tanto para manutenção quanto para movimentações de conta bancária para pessoa jurídica para que você consiga aplicar os recursos financeiros disponíveis diretamente no seu negócio e com seus clientes! Algumas funcionalidades que seu banco precisa te oferecer são essas:

Muitos bancos costumam cobrar taxas altas principalmente para contas de pessoa jurídica mesmo se houverem poucas movimentações no dia a dia. Procure sempre então buscar uma aliança entre serviços de qualidade e gratuitos.

 

2. Burocracia e velocidade na abertura de conta

Outra grande vantagem dos bancos digitais é a burocracia reduzida e maior velocidade na abertura de contas!

 Os grandes bancos tendem a ter o mesmo processo de abertura de contas para os diferentes tipos de CNPJ. Isso quer dizer que empresas pequenas e microempreendedores individuais passam pelo mesmo processo e precisam providenciar os mesmos documentos que as grandes e mais antigas empresas que já possuem mais histórico financeiro e maiores recursos. Em alguns bancos tradicionais esse processo pode levar de 45 a 60 dias para ser finalizado. 

Portanto, é importante fazer uma avaliação do tempo médio para abertura de conta do banco que você escolher e dos documentos necessários. Esse tempo reduzido pode inclusive demonstrar a velocidade de outros processos internos do seu banco, o que já é outro grande ponto a favor!

 

3. Entendimento do seu negócio

Crie relacionamento com um banco que entende sobre seu negócio! O seu banco precisa ser seu aliado em toda a gestão financeira e entender suas dores e dificuldades do dia a dia. Isso quer dizer que aspectos como a interface do aplicativo e as funcionalidades disponíveis precisam ser adaptadas para a realidade de empresas.

Buscar por recomendações e entender a projeção de novas funcionalidades é um ótimo caminho! É importante escolher não somente um banco, mas um parceiro para auxiliar no crescimento da sua empresa.

Saiba mais | Como abrir um CNPJ? Saiba como formalizar o seu negócio

 

4. Segurança

A gente sabe que ainda há uma parcela muito grande da população com receio de usar os bancos digitais. O principal motivo para isso é que por ser uma novidade (o primeiro surgiu em meados de 2013), é difícil analisar histórico e confiar naquilo que ainda é novo e desconhecido.

Mas para resolver toda essa insegurança, o Banco Central regulamentou todas as fintechs de crédito desde abril de 2018, demonstrando a tendência de inovação mesmo num setor historicamente conservador. Um tipo de regulamentação que merece destaque são as Sociedades de Crédito Direto (SCDs) que são basicamente instituições financeiras que trabalham intermediando operações financeiras. As SCDs precisam ter o patrimônio dos clientes totalmente separado do patrimônio da empresa. Ou seja, todo o dinheiro que você deposita no seu banco digital SCD está diretamente depositado no Banco Central. Então mesmo se a fintech declarar falência, o seu dinheiro estará completamente seguro!

Leia também | Cora é a mais nova instituição autorizada pelo Bacen

 

Agora que você já sabe como escolher o melhor banco digital pj, conheça mais sobre a Cora: a conta digital que a sua empresa merece!

 

 

Conta PJ Cora

 

 

Por Amanda Montovani