Marketing de e-commerce: como posicionar sua loja na primeira página do Google

1 de Julho de 2020
marketing de e-commerce

Você provavelmente já deve ter ouvido isso antes, mas posicionar sua loja na primeira página do Google é fundamental para se obter bons resultados e existe uma explicação para isso.

A quantidade de usuários que chegam até a segunda da página dos resultados de motores de busca (como o Google) é muito pequena, já que eles costumam encontrar o que precisam logo na primeira página.

E não importa o tipo de segmento, você pode ter um negócio que vende mp3 automotivo ou uma confeitaria, se o seu objetivo é realizar vendas online, você precisa atingir os usuários que estão no Google.

Porém, se o seu e-commerce vai parar na segunda ou terceira página de resultados, precisamos te dizer que ele será praticamente invisível e não é isso que você quer, não é mesmo? Você quer o seu negócio em destaque, logo nos primeiros resultados para conquistar mais visitantes e, consequentemente, mais vendas. 

Para te ajudar, criamos uma lista com algumas dicas importantes de marketing de e-commerce que poderão colocar a sua loja no topo do Google. Vamos lá!

Leia também | Como vender no Whatsapp em 10 dicas infalíveis

5 dicas de marketing de e-commerce para melhorar o  posicionamento no Google 

Conquistar um bom posicionamento no Google não é apenas um objetivo comum entre os empresários, mas também algo muito viável desde que técnicas de otimização da sua página online sejam aplicadas. 

SEO ou otimização de sites é uma estratégia de marketing digital composta por diferentes técnicas que ajudam o Google a entender que um site ou e-commerce é de qualidade e relevante. 

O responsável por filtrar essas informações é o algorítimo do Google, um sistema de classificação que considera diversos critérios para mostrar os resultados mais relevantes ao usuário.

Existem diversos fatores por trás do algoritmo do Google e, graças ao fato das páginas de resultados de pesquisas terem muitos componentes diferentes, também existem técnicas específicas que devem ser aplicadas corretamente para se obter o resultado desejado.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para que você consiga colocar seu e-commerce na primeira página do Google.

1. Determine suas palavras-chave

Primeiro, é essencial que você determine em quais resultados de pesquisa você deseja que o Google mostre a sua página. Para isso, é necessário definir as palavras-chave – que podem ser palavras ou frases – estratégicas para o seu negócio, ou seja, os termos utilizados por seus potenciais clientes para encontrar o seu produto ou serviço.

Alguns exemplos de palavras-chave são:

  • “salões de beleza em x lugar”
  • “reparo de ar-condicionado de x marca”
  • “lojas de sapatos personalizados”
  • “como trocar o alarme do carro”
  • “como chegar à primeira página do Google”

As palavras-chave certas para o seu negócio são aquelas que seus clientes ideais estão digitando para obter os produtos ou serviços que eles precisam. Além disso, é importante que cada página do seu e-commerce tenha uma palavra-chave diferente para que elas não estejam competindo entre si. 

2. Informe ao Google suas palavras-chave

Para que o Google possa mostrar o conteúdo ideal para cada tipo de busca realizada pelos seus usuários, ele precisa fazer rastreios na web. Quando um usuário realiza uma pesquisa, o Google organiza os seus resultados categorizando os links de acordo com sua relevância. 

Portanto, outra etapa importante para aparecer na primeira página do Google é facilitar o máximo possível a indexação do seu e-commerce, que significa colocar suas páginas no índice (na raíz do Google). 

Para fazer isso você precisará colocar suas palavras-chave nos seguintes locais das páginas do seu e-commerce: 

• Título

Cada postagem do blog e as páginas do seu e-commerce possuem um título. Este título aparece na parte superior da página, mas também ganha destaque nos resultados de pesquisa, sendo a primeira informação que os usuários observam. 

• Meta Description (meta descrição)

A meta descrição é um breve resumo que aparece abaixo do título nos resultados de pesquisa do Google. 

Além de indicar ao motor de pesquisa sobre o que é sua página, a meta descrição informa de forma breve ao pesquisador o que eles podem esperar se clicar naquele link. Ou seja, ela é importante para incentivar que o usuário clique no link que o redireciona para a página do seu e-commerce.

• URL

Uma URL é basicamente um nome para o “link”. A URL de uma página também deve conter palavras-chave para ajudar o Google a identificar de forma mais rápida sobre o que se trata o seu conteúdo. 

Além disso, uma URL personalizada e “limpa” é muito mais atraente e confiável para os usuários, o que além de atrair mais cliques – já que a URL aparece entre o título e a meta descrição nos resultados – também oferece uma boa experiência para os visitantes. 

• Imagens

O Google só pode identificar uma imagem se ela estiver nomeada corretamente. Quando você insere uma palavra-chave no “nome” da imagem, o Google poderá detectar uma relevância adicional a página e colocá-la na primeira página de resultados. 

Vale dizer que a imagem deve ser nomeada com “-” no lugar de espaços. Por exemplo: sapato-personalizado-feminino-cor-azul. 

No exemplo abaixo, a palavra-chave utilizada é “como vender nas redes sociais”:

Marketing de e-commerce resultado de busca

Leia também | O que você precisa saber antes de criar anúncios no Facebook

3. Tenha um e-commerce responsivo

Outra dica importante de marketing de e-commerce é investir em um site responsivo. Isso significa que o seu site precisa ser otimizado para se adaptar a qualquer formato de tela, seja de PC, celular, tablet, etc. Você provavelmente não encontrará um site que não seja responsivo no topo dos resultados do Google.

Por mais que muitas vendas sejam finalizadas em computadores, a maioria delas começam em dispositivos móveis, já que os consumidores estão cada vez mais utilizando celulares para fazer pesquisas. 

Como resultado, o Google destaca sites que possam ser abertos (sem perder a qualidade) em diferentes tipos de tela. Se o seu e-commerce ainda não é responsivo é fundamental que você o ajuste para que assim garanta uma boa experiência para os usuários, além de um bom posicionamento nos resultados de pesquisa.

4. Foque na experiência do usuário

Ser compatível com qualquer tipo de tela não é o suficiente para oferecer uma boa experiência para os usuários. Seu e-commerce também deve ser atraente, fácil de se utilizar e com um carregamento rápido de páginas. 

Além disso, ele realmente precisa oferecer conteúdo relevante e que agrega valor para os visitantes. Dessa forma, os visitantes ficarão mais tempo nele e voltarão mais vezes. Com isso, o Google entenderá a relevância do seu e-commerce e o destacará na primeira página. 

Outro aspecto muito importante é a velocidade das páginas do seu site. O Google dá muita importância à rapidez com que uma página é carregada, pois isso afeta diretamente a experiência do visitante.

Para ajudar a otimizar o carregamento das páginas, o Google desenvolveu uma ferramenta útil e fácil de usar chamada PageSpeed, ela permite descobrir os possíveis problemas que estão diminuindo a velocidade do seu site, e também sugere maneiras de corrigir os possíveis erros.

5. Crie sua conta no Google Meu Negócio 

Alguns empreendedores ainda não sabem, mas ter uma conta no Google Meu Negócio é extremamente importante para um e-commerce ou site. Porém, não basta apenas criar sua conta e torcer para que ela apareça na primeira página do Google. 

É importante que você complete todas as seções do seu perfil, já que quanto mais dados você incluir, mais pesquisas poderão mostrar as informações do seu negócio, como: nome, telefone, endereço,fotos, avaliações, etc. 

Leia também | 5 dicas de marketing digital para pequenas empresas

Conclusão sobre marketing de e-commerce e primeira página do Google

Agora que você conferiu nossas dicas de marketing de e-commerce, pode ser que tenha algumas dúvidas sobre como realmente aplicá-las, mas temos uma boa notícia para te dar. 

Hoje, existem milhares de conteúdos disponíveis sobre marketing digital, SEO, conteúdo e muito mais na internet. 

Conquistar um bom posicionamento na primeira página do Google exigirá isso, que você se informe e aplique as técnicas corretamente. Vale dizer que as dicas que citamos são apenas algumas relacionadas a SEO e classificação no motor de pesquisa. 

Quanto mais completa for sua estratégia, maiores serão os resultados. Portanto, não tenha dúvidas de que o seu e-commerce conseguirá uma ótima posição no Google, desde que você tenha muita dedicação e foco. 

Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas e que comece agora mesmo a colocá-las em prática. Aproveite e aprenda a vender nas redes sociais com este guia completo!

banner CTA

Por Equipe Cora