Estratégia e gestão

Como vender nas redes sociais: o guia completo

vender nas redes sociais

As redes sociais já fazem parte da rotina do brasileiro. Não à toa, o Brasil é o país mais ativo da América Latina nas redes sociais, o que torna o boca a boca virtual tão significante quanto a tradicional conversa entre conhecidos ou vizinhos.

De acordo com o estudo “Transformação Digital nas MPE”, divulgado pelo Sebrae, a proporção de empresas com páginas na internet mais do que dobrou nos últimos três anos. Hoje, mais de 70% dos micro e pequenos empresários utilizam o WhatsApp para se comunicar com os clientes e, ainda de acordo com o estudo, 43% dos empresários entrevistados já optaram por vender nas redes sociais.

Mais que meios de comunicação, as redes sociais viraram canais importantes de vendas e relacionamento com clientes. No contexto atual, em que empresas de todo o país precisaram fechar suas portas por período indeterminado, essa relevância se tornou ainda maior.

No entanto, vender nas redes sociais vai além de apenas fazer uma postagem sobre os seus produtos ou serviços, é preciso pensar estrategicamente e realizar uma boa gestão de perfil, a fim de extrair o máximo potencial desses canais.

Pensando nisso, preparamos um guia para você que deseja ganhar presença digital e melhorar as vendas usando as mídias sociais. Confira.

Dicas para começar a vender nas redes sociais

Antes de colocar a mão na massa e sair criando perfis nas redes sociais, é importante criar um plano de ação para entender os canais em que você deve investir o seu tempo e energia. Para isso, é preciso criar um plano de ação. Saiba por onde começar:

1. Conheça o seu público

Ao contrário do que muitos pensam não é vantajoso estar em todas as redes sociais. Isso porque, além de ser inviável gerenciar tantos canais, a estratégia mais eficiente é concentrar esforços onde os seus futuros clientes estão.

As redes sociais permitem que as informações sejam direcionadas de modo preciso e segmentado e você deve aproveitar essa oportunidade para atrair a atenção de um público qualificado, ou seja, que possui mais chances de consumir seus produtos ou serviços no futuro.

Portanto, entender mais sobre o seu público é fundamental para quem quer vender nas redes sociais, pois esse conhecimento irá embasar suas decisões estratégicas. Para isso, você pode realizar pesquisas rápidas diretamente com os seus clientes, procurando conhecer suas necessidades, interesses, hobbies em comum, além de informações demográficas como média de idade, sexo e grau de escolaridade.

2. Escolha os canais corretos

Ao conhecer o comportamento e interesses do seu público fica muito mais fácil identificar os seus hábitos de consumo e até mesmo em que redes sociais ele está presente. Além disso, também é fundamental entender a particularidade de cada canal, a fim de entender como eles podem reforçar a sua estratégia.

Conheça as principais:

  • Facebook: a rede social mais popular da atualidade, é também um ótimo canal para a construção de imagem e relacionamento com o cliente. É uma opção para empresas de variados segmentos e tamanhos. A plataforma ainda disponibiliza ferramentas específicas para vendas, que veremos mais abaixo.
  • Instagram: a rede possui um nível de engajamento excelente, sendo possível interagir diretamente com o seu público e construir um relacionamento mais próximo. Quer mostrar o seu catálogo de produtos, criações e até a rotina da sua linha de produção? Esse é o canal certo. 
  • LinkedIn é a maior rede social voltada para o mercado de trabalho. É ideal para interagir com os usuários, divulgar a marca e até mesmo recrutar funcionários. Empresas que vendem para empresas (B2B) podem conseguir ótimas oportunidades de negócio nesta rede.
  • Twitter: embora não seja um canal ideal para vendas, o twitter atrai usuários interessados em tecnologia, ciência e cinema. Se a sua empresa estiver nessa área de atuação, vale a pena criar um perfil e começar a compartilhar conteúdo por lá.
  • Youtube: a rede permite explorar conteúdos em vídeo em diversos formatos. Possui conhecimentos da sua área de atuação para compartilhar? Criar um canal do Youtube pode ser uma boa estratégia para ganhar popularidade e autoridade na internet.
  • WhatsApp: a rede social de mensagens instantâneas mais popular entre os brasileiros, é um ótimo canal de comunicação com o seu cliente. É possível convidar clientes de outras redes para acessar mais informações via WhatsApp e dessa forma permitir uma negociação mais personalizada.

Como vimos, nem todas as redes sociais serão adequadas para o seu negócio e para as metas e objetivos que definiu. A dica de ouro é apostar onde está o seu público e entregar valor a ele. E, assim, chegamos na dica mais importante: 

3. Produza conteúdo de qualidade

Se você deseja ter um resultado efetivo nas redes sociais, não basta apenas criar o perfil da sua empresa e começar a postar informações sobre o seu negócio. Mais do que um canal de venda, as redes sociais são canais de aquisição e relacionamento. Por isso, é essencial disponibilizar conteúdos de valor ao seu público.

Um bom exercício antes de fazer uma postagem, independente da rede social escolhida, é se colocar no lugar do seu público e questionar se o conteúdo é atrativo, a ponto de ser compartilhado.

Digamos que você possui uma loja de produtos naturais, o seu possível comprador provavelmente irá se interessar por dicas para uma vida mais saudável ou sobre as propriedades medicinais de substâncias naturais, por exemplo. 

Em um perfil de uma loja de roupas, por que não oferecer dicas de como combinar cores e falar sobre as tendências de moda para a estação? Essa é uma oportunidade de atrair a atenção do seu possível comprador e trazer visibilidade para os seus produtos e serviços.

Confira abaixo algumas dicas para criar um bom conteúdo para redes sociais:

  1. Planeje: assim como tudo na vida, as redes sociais também precisam de planejamento. Crie um calendário de postagens, incluindo datas comemorativas e assuntos que estão em alta e que estão relacionados a sua área de atuação.
  2. Pense na linguagem: tente adequar a sua comunicação de forma que fique clara ao seu público. Evite termos muito técnicos e utilize um tom mais amigável. Lembre-se que as redes sociais também são ambientes de entretenimento.
  3. Invista em boas imagens: GIFs, memes, fotografias, figuras, gráficos e vídeos atraem mais interesse do que somente textos.
  4. Pense no que é compartilhável: divulgue seus produtos e serviços, mas lembre-se de produzir conteúdo relevante para o seu público. Sabe aquela dica que todo mundo ama? Tente usar isso no seu negócio. Não esqueça de incentivar comentários e compartilhamentos. Quanto mais o seu público interage com a sua página, maior será sua visibilidade na rede social.
  5. Seja acessível: não esqueça de atualizar sempre suas redes sociais com informações como telefone, endereço, dias e horários de atendimento. Responda, curta os comentários e ofereça retornos rápidos. Mais de 80% dos clientes espera que uma empresa responda em 24 horas.

Leia também: Estratégias para seu pequeno negócio sobreviver à crise financeira

Colocando em prática: ferramentas para vender nas redes sociais

Agora que você já conhece mais sobre o seu público, já definiu a rede social mais estratégica para o seu negócio e já sabe o tipo de conteúdo que você pode compartilhar com a sua audiência, chegou o momento que você mais esperava: começar a vender nas redes sociais. Algumas delas oferecem ferramentas específicas para melhorar o processo de venda: Conheça.

Facebook

Para começar a vender no Facebook, o primeiro passo é criar uma Fanpage, uma página específica para o seu negócio. Diferente de um perfil pessoal, esse tipo de página possui algumas funcionalidades como a definição do horário de atendimento e mensagens automáticas, por exemplo.

Para criar a sua página:

  • Acesse: facebook.com/pages/create.
  • Escolha a opção “Negócio ou marca” e clique em “começar”.
  • Insira o nome do seu negócio e a categoria, de acordo com a sua área de atuação.
  • Adicione uma foto e preencha o perfil com o máximo de informações que conseguir. Não esqueça de inserir endereço, canais de atendimento e o horário de funcionamento da sua empresa.

Facebook Shop

A página comercial no Facebook também possibilita associá-la a uma loja online, em que é possível criar um catálogo, anunciar os produtos e se conectar com mais clientes no Facebook.

Empresas de qualquer segmento podem ter uma loja no Facebook, mas, de acordo com a própria rede, o recurso é mais adequado para comerciantes e anunciantes dos setores de varejo e de comércio eletrônico, incluindo empresas que vendem produtos físicos, como itens de vestuário, acessórios, móveis e produtos para bebês ou crianças. Confira aqui os requisitos para ser um vendedor no Facebook.

Como criar o catálogo?

  • Abra a sua Página do Facebook, clique em “Configurações”.
  • Em seguida, vá em “Modelos e Guias” e escolha o “modelo de compras”.
  • Clique em Loja > ativar a guia > Salvar.
  • Em seguida, adicione as informações da sua loja,
  • Selecione “Adicionar produto”. Neste espaço, você‘vai cadastrar o seu produto, colocando a foto, nome, preço, URL de compra e todos os detalhes essenciais para que o cliente não tenha dúvidas. 
  • Informe também a condição do seu produto – para o cliente saber se é um produto novo, muito usado ou pouco usado e salve o cadastro.
  • Repita o processo para todos os produtos que deseja cadastrar.

Antes de ficar exposto para a venda, o seu produto vai passar por um processo de aprovação que pode levar até 2 dias , embora, no geral, seja aprovado em algumas horas. Assim que for aprovado, o Facebook irá te informar. 

Leia também: Como começar a vender em marketplaces? Passo a passo

Facebook BluePrint

BluePrint é a plataforma de treinamento gratuita do Facebook. Lá é possível aprender sobre habilidades de marketing e como aproveitar melhor as ferramentas oferecidas pela rede. É conteúdo obrigatório para quem quer começar a vender no Facebook e instagram.

Instagram Shopping

O Instagram também possui um espaço para o anúncio de produto e serviços. Para aproveitar a ferramenta, é preciso ter uma conta comercial no Facebook e criar uma conta comercial no Instagram. 

Veja o passo a passo:

Baixe o aplicativo do Instagram na App Store (iPhone) ou Google Play Store (Android). Após o download, faça o cadastro da sua empresa. Caso você já tenha criado uma página no Facebook para sua empresa, você pode optar por “entrar com o Facebook”. Dessa, forma, não será necessário realizar o cadastro novamente.

Veja como configurar a sua conta comercial:

  • Acesse o perfil e clique no ícone, do canto superior direito, representado por 3 linhas horizontais.
  • Selecione Configurações > Conta > Mudar para conta profissional.
  • Se desejar, siga as etapas para conectar sua conta profissional a uma Página do Facebook associada à sua empresa. Essa etapa é opcional e facilitará o uso de todos os recursos disponíveis para empresas na família de aplicativos do Facebook.
  • Adicione detalhes, como a categoria da empresa e informações de contato.
  • Clique em Concluir.

Para validar a sua loja virtual, você precisa cadastrar os produtos na página da sua loja no Facebook, conforme explicamos acima.

WhatsApp Business

O WhatsApp Business é um aplicativo gratuito para download e desenvolvido especialmente para os proprietários de pequenas empresas. Por meio dele, é possível criar um catálogo para exibir seus produtos e serviços, além de automatizar o atendimento ao seu cliente.

Além disso, você pode criar um perfil comercial com informações úteis para seus clientes, como seu endereço, descrição da empresa, endereço de e-mail e site.

Veja o passo a passo para criar um perfil comercial no WhatsApp:

  • Instale o WhatsApp Business em seu celular. Toque em “Concordar e continuar” e, em seguida, em “Continuar”. O aplicativo solicitará algumas permissões. Toque sempre em “Permitir”.
  • Insira o número de telefone (com DDD) da sua empresa e toque em “Avançar”. Confirme o número e toque em “Continuar”.
  • Insira o nome da sua empresa e foto de perfil e toque em “Avançar”. Uma mensagem informa que, posteriormente, não será possível alterar o nome. Toque em “OK”.
  • Em seguida, clique em Configurações > Perfil e insira as informações da sua empresa: Nome, foto, horário de funcionamento, endereço e site, se houver.

Agora, você já sabe como começar a vender nas redes sociais, aproveite para conhecer o Compre dos Pequenos, iniciativa criada pela Cora com o objetivo de ajudar os pequenos negócios a conseguir sobreviver em meio à pandemia do COVID-19.

A plataforma possibilita a compra de um cupom no valor desejado dos estabelecimentos cadastrados no site. O estabelecimento receberá o valor da compra de forma imediata e o cliente poderá aproveitar o produto ou serviço quando a quarentena acabar. Não há taxas para quem compra, nem para o estabelecimento cadastrado. Cadastre agora mesmo o seu negócio.

Vanessa Ferreria

About Vanessa Ferreria

Leave a Reply