O que você precisa saber antes de criar anúncios no Facebook

26 de Junho de 2020
anúncios no Facebook

Para pequenos empresários que desejam fazer do marketing uma prioridade do negócio, mas não têm tempo, orçamento ou conhecimento de Marketing Digital, o Facebook pode ser uma escolha inteligente.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas introdutórias para você começar a usar os anúncios do Facebook no seu negócio. Confira! 

Por que vale a pena anunciar no Facebook? 

Primeiro de tudo: o Facebook ainda é relevante? É verdade que os mais jovens estão fugindo do Facebook? A plataforma não é mais eficiente como era em 2012?

O Facebook ainda tem mais de dois bilhões de usuários em todo o mundo. E não vamos esquecer que o Instagram também faz parte do Facebook; a publicidade no Instagram acontece diretamente através do Facebook Ads Manager. Por isso, podemos dizer que na maioria dos casos, ainda faz sentido que sua empresa esteja presente no Facebook e anuncie lá.

E o mais importante: chegar ao seu público é sempre um desafio. E o Facebook é uma opção muito interessante e promissora quando se trata de segmentação. Considere então o Facebook como um meio de se aproximar do seu público-alvo e começar a construir a presença digital do seu negócio de forma direcionada.

Além disso, apenas ter o perfil do seu negócio no Facebook não custa nada (confira neste artigo como criar uma Fanpage). Mas a dura realidade é que obter visibilidade e obter resultados tangíveis geralmente requer sim alguns gastos com publicidade.

Anúncios no Facebook: o que considerar antes de começar?

Se você nunca criou uma campanha no Facebook, pode parecer um pouco complicado. Então, por onde você deve começar?

A resposta é simples, primeiro defina seu objetivo. Você precisa decidir o que deseja alcançar com sua campanha. Existem diferentes objetivos que o Facebook permite escolher entre tráfego, engajamento ou alcance.  

O que você pode fazer com um orçamento limitado?

Quanto custa anunciar no Facebook? Essa é uma pergunta bastante comum. Apesar da popularidade do questionamento, não existe resposta exata. 

Anunciar no Facebook custa quanto sua empresa está disposta a pagar. Ou seja, há empresas que investem R$ 5,00 e outras que investem R$ 10.000,00 em uma campanha.

Mas isso depende muito da configuração da sua campanha. Um investimento inicial de R$1.000 reais pode durar meses, dependendo do seu negócio. 

Se você já tem uma marca forte no Facebook, por exemplo, o investimento não precisa ser tão alto e por mês fornecerão bons dados para avaliar seu potencial no Facebook. 

Nossa dica é simples: para saber quanto investir em Facebook Ads, descubra quanto de dinheiro a sua empresa tem disponível para isso. Nesse primeiro momento, não é preciso se preocupar com grandes verbas.

O que considerar para criar a primeira campanha?

Além do seu orçamento que comentamos acima, antes de começar a lançar sua primeira campanha, considere dois aspectos-chave do seu negócio:

  1. Quem é o seu cliente ideal? 
  2. O que agrada o seu cliente ideal?

Isso não apenas permitirá que você defina a segmentação por público-alvo, mas também ajuda a criar o anúncio perfeito para o seu cliente. 

Por fim, como comentamos, o Facebook oferece ótimas opções para encontrar seu público ideal (por conta da alta segmentação). Mas lembre-se que  isso não é suficiente – você também precisa de um ótimo anúncio, confira dicas abaixo. Portanto, invista na criatividade!

O que considerar para criar o conteúdo de um anúncio:

Uma dica fundamental: concentre no conteúdo mais do que nos detalhes técnicos e mesmo visuais do anúncio. Considere que tipo de mensagem e discurso realmente atrai e envolve seus clientes. 

Posts no facebook pedem uma linguagem mais informal e próxima do usuário / seguidor / cliente.  Ou seja, está liberado usar emojis, vídeos e até mesmo GIFs nos conteúdos.

Mas, vale lembrar que tudo é uma questão de bom senso e exageros não costumam funcionar bem. Escolha de 1 a 3 emojis no máximo por post e opte por usar GIFs que tenham a ver com o seu público-alvo, apenas em momentos específicos.

Conversões, cliques, engajamento – pelo que você deve pagar?

Se você é novo no marketing digital, apenas a terminologia pode parecer esmagadora. CTR, CPC, CPM – as siglas parecem intermináveis. Então, o que realmente importa? E pelo que você deve pagar?

Leia também | 5 dicas de marketing digital para pequenas empresas

Os principais indicadores de desempenho, KPIs, são sempre muito subjetivos. Alguns anunciantes têm como objetivo o tráfego (levar o visitante para o site do negócio), outros para visualizações de vídeo e outros para vendas ou assinaturas. No começo, você deve procurar altas taxas de cliques (CTR) e baixo custo por clique (CPC). 

Há também uma estratégia que consiste em exibir seus anúncios para as pessoas que já se envolveram com sua página do Facebook – afinal, elas parecem estar interessadas – e pode ser eficiente anunciar para elas.

Experimente e aprenda

A melhor maneira de aprender o que funciona para o seu negócio é simples: comece a experimentar e testar canais.  Use as nossas dicas como base para iniciar, mas tente diferentes abordagens para aprender a melhor estratégia para o seu tipo de negócio. 

Mas mesmo que o Facebook se mostre um bom canal de marketing para o seu negócio, você não deveria apostar somente nele. Também é preciso gerar algum tráfego de qualidade organicamente ou por meio do Google Ads em anúncios em uma estratégia baseada em palavras-chave para o seu tipo de negócio.  

O que isso significa que todas as suas atividades de marketing não devem se concentrar exclusivamente no Facebook. Faz sentido também olhar para o universo da otimização de mecanismo de pesquisa (SEO) e garantir que os clientes em potencial possam encontrá-lo no Google. Salve uma fatia do seu orçamento de marketing para o Google Ads também. 

Sabemos que isso pode parecer um pouco complicado no início, mas lembre-se: você não precisa fazer tudo de uma vez. O Facebook é um bom lugar para começar.  O importante é que à medida em que você aprende mais sobre marketing e amplia seus negócios, também comece a testar  outros canais . 

É preciso criatividade, paciência e, ocasionalmente, algumas habilidades de resolução de problemas – mas não é também por essas qualidades que você está empreendendo?

Dicas de ouro para começar a anunciar no Face

  1. Descubra como funciona as vendas na redes sociais – antes de começar sua estratégia de anúncios, recomendamos fortemente que você ganhe noções gerais de como usar as redes para vender, para isso indicamos o nosso “Guia completo para vender nas redes sociais”. 
  2. Visite a plataforma de treinamento do Facebook BluePrint é a plataforma de treinamento gratuita do Facebook. Lá é possível aprender sobre habilidades de marketing e como aproveitar melhor as ferramentas oferecidas pela rede. É conteúdo obrigatório para quem quer começar a vender no Facebook e Instagram.
  3. Mantenha as coisas simples – Não escale o orçamento logo de início. Se os resultados parecem bons, tente formas de otimizar a campanha e manter o seu custo por cliente ainda mais baixo. E fique de olho no desempenho dos seus anúncios!

Vale enfatizar que, para quem está começando, o ideal é ter cautela, ou seja, investir valores baixos que não irão impactar o orçamento da sua empresa, seja no Facebook, no Instagram ou no Google.

Também vale a pena contar com ajuda especializada nesse processo, visto que é preciso possuir um conhecimento prévio das ferramentas. Por isso, se você está interessado em aumentar ou construir a presença digital do seu negócio, aproveite para conhecer o Compre dos Pequenos, iniciativa criada pela Cora – Conta Digital PJ gratuita, que oferece uma plataforma para  cadastrar e divulgar a página do seu negócio gratuitamente.

Por Janaína Mattos