Entenda as diferenças entre PIX e outros métodos de pagamento

12 de Novembro de 2020
PIX, transferências

Semelhante ao TED e DOC, que já conhecemos, o diferencial do PIX está justamente na agilidade e disponibilidade em que a transação é realizada, independente do dia da semana ou horário.

Os pagamentos e transferências bancárias que conhecemos dependem de um processo chamado “compensação bancária” para serem efetuados. Ela é necessária devido à comunicação que deve ocorrer entre o agente financeiro de quem envia e de quem recebe o dinheiro.

No Pix, não há a necessidade da validação de um intermediário para a compensação da transação. As  transferências e pagamentos ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário que recebe o valor. 

Outra diferença está na simplificação das informações solicitadas. Atualmente uma transferência eletrônica de dinheiro demanda que o usuário informe alguns dados como CPF e nome completo do beneficiário, por exemplo. Já no Pix, também haverá a opção de usar uma chave de acesso ou QR code.

Entenda as principais diferenças entre DOC, TED E PIX na tabela abaixo:

Modalidade DOC TED PIX
Prazo O valor cai na conta de destino no próximo dia útil, mas pode levar mais tempo se a transferência for feita após às 22h. O valor cai no mesmo dia, caso a transferência seja feita até às 17h. O valor cai na conta de destino em até 10 segundos, independente do dia ou horário que foi realizado.
Disponibilidade Em dias úteis, geralmente entre 6h e 17h30 Em dias úteis, geralmente entre 6h e 17h30 Qualquer dia e horário
Valor máximo R$ 4.999,99 Não há limite máximo Não há limite máximo
Valor mínimo Não há limite mínimo Não há limite mínimo Não há limite mínimo
Como fazer? É preciso digitar os dados do recebedor: banco, número de agência e conta, CPF ou CNPJ. É preciso digitar os dados do recebedor: banco, número de agência e conta, CPF ou CNPJ. É necessário informar a chave do recebedor (CPF, número de celular ou e-mail) ou ler o QR Code.

Diferenças entre PIX e boletos

Modalidade Boleto de cobrança PIX
Prazo O valor cai na conta de destino em até 3 dias úteis, após o período de compensação bancária. O valor cai na conta de destino em até 10 segundos, independente do dia ou horário que foi realizado.
Disponibilidade Em dias úteis Qualquer dia e horário
Como fazer? É preciso realizar a leitura ou digitar o código de barras. É necessário informar a chave do recebedor (CPF, número de celular ou e-mail) ou ler o QR Code.

Diferenças entre PIX e cartões

Modalidade Cartão de débito Cartão de crédito PIX
Prazo Dinheiro fica disponível, em média, dois dias depois do pagamento. Em média, 30 dias após a realização do pagamento. O valor cai na conta de destino em até 10 segundos, independente do dia ou horário que foi realizado.
Como fazer? Recebedor depende de uma maquininha ou terminal. Recebedor depende de uma maquininha ou terminal, É necessário informar a chave do recebedor (CPF, número de celular ou e-mail) ou ler o QR Code.

É o fim dos outros meios de pagamento?

De acordo com o Bacen, não há previsão de que métodos de transferências como TED e DOC ou de pagamentos como a maquininha deixem de existir. A novidade, no entanto, é que essas modalidades de pagamento deixarão de ser as únicas possibilidades: o Pix, portanto, passa a ser mais uma alternativa para transferir e fazer pagamentos.

Dessa forma, o usuário poderá escolher em seu pacote de serviços bancários o método mais vantajoso de acordo com a situação, considerando taxas e condições. 

Por exemplo, se o pacote inclui um número ilimitado de transferências TED e o PIX possui uma determinada taxa, é mais vantajoso optar pela TED, caso não haja necessidade de enviar o valor imediatamente. No fim das contas, o PIX será mais uma opção para a gestão de cobranças do cliente.

Conta PJ Cora

 

 

Por Equipe Cora