Adeus boletos? Saiba porque o PIX Cobrança é uma alternativa para o boleto bancário

1 de Abril de 2021
QR Code

O Banco Central do Brasil anunciou, logo após o lançamento do PIX, uma funcionalidade adicional ao novo sistema de pagamentos instantâneos. Trata-se do PIX Cobrança, modalidade destinada a pessoas jurídicas e que funcionará de forma semelhante a um boleto bancário. 

A ferramenta tinha previsão inicial de estreia para 04/01/21, porém, ainda em dezembro de 2020, o prazo foi alterado para 15/03/2021. Agora, o Pix Cobrança tem uma nova data para começar a funcionar: 14 de maio. O Banco Central não explicou o motivo do segundo adiamento, publicado no dia 15 de março no Diário Oficial da União, mas informou que os participantes do PIX terão até 30 de abril para concluir as etapas de validação de QR Codes. 

Sendo assim, logo que essa nova funcionalidade estiver disponível, os negócios poderão ofertar aos seus clientes e parceiros uma possibilidade de pagamento mais prática e alinhada às novas tecnologias de meios de pagamentos. Quer saber mais? Confira o conteúdo! 

Leia também | Formas de pagamento: como escolher as melhores opções para o seu negócio?

O que é o PIX Cobrança?

O PIX Cobrança é uma alternativa ao boleto bancário anunciada pelo Banco Central destinado a pessoas jurídicas, sejam estas, prestadores de serviço, microempreendedores individuais e/ou pequenas e grandes empresas. Essa funcionalidade permitirá que qualquer empreendedor emita QR Codes para realizar cobranças imediatas ou com vencimento em data futura, adicionando informações como multa, juros e desconto. 

De fato, desde que o PIX foi lançado, já havia sido informado que pessoas jurídicas poderiam utilizá-lo como forma de pagamento para receber dos clientes por meio de QR Codes. Em algumas contas digitais, como a Cora, já está disponível a possibilidade de gerar um QR Code estático que contém as informações bancárias, por exemplo. No entanto, a grande diferença desta nova funcionalidade será a possibilidade de incluir mais informações específicas sobre a cobrança. Entenda mais, a seguir!

Leia também | Crie agora um QR Code PIX para sua conta Cora

Como o PIX Cobrança vai funcionar?

No Pix Cobrança o sistema tem a função de gerar QR Codes dinâmicos. Ou seja, o QR gerado é exclusivo para cada transação e funciona para pagamento de contas específicas, que só serão pagas uma única vez. Neste caso, o(a) empreendedor(a) poderá emitir um PIX Cobrança e acrescentar as mesmas informações que contém em um boleto bancário: valor, data de vencimento, descontos, juros e multas para o caso de pagamento atrasado.

Portanto, será necessário apenas o escaneamento do QR Code pelo cliente para pagar a conta, usando o aplicativo do seu banco, fintech ou internet banking. O sistema do PIX Cobrança se encarregará de realizar a transferência do dinheiro da conta de quem paga para a conta de quem recebe. Ademais, esse novo meio de pagamento poderá ser utilizado tanto em pontos de venda quanto em comércio eletrônico.

Comparação entre PIX Cobrança e Boleto Bancário

Abaixo vamos listar as principais diferenças e semelhanças entre esses dois meios de pagamento. Saiba porque o PIX Cobrança substituirá os boletos bancários!

QR Code x Código de Barras

As semelhanças entre os dois são: facilidade de escaneamento e versatilidade. Tal como já ocorre com os boletos, o PIX de Cobrança poderá ser gerado eletronicamente ou então impresso em papel, se assim desejar. A diferença é que na fatura física ou no PDF haverá um QR Code do PIX em vez do tradicional código de barras do boleto. 

De fato, a grande diferença entre código de barras e QR Code é a capacidade de armazenar uma quantidade muito maior de informação e a representação gráfica. Enquanto que o Código de Barras é constituído de faixas escuras e claras, largas e finas, o QR Code tem codificação representada em uma imagem quadriculada e pode ser lido tanto na dimensão horizontal, quanto na vertical. 

Tempo de compensação

Após pagar o boleto, o prazo para a sua compensação é de até 3 dias úteis. 

Isso acontece devido ao tempo de compensação do boleto e também ao tempo de comunicação do banco em que o pagamento tenha sido efetuado à Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP). Na melhor das hipóteses, se o pagamento do boleto for efetuado em um dia útil há chance que o dinheiro esteja na conta no dia seguinte (se este também for um dia útil).

Já o PIX é um sistema de pagamento instantâneo, ou seja, ele permite realizar transações entre contas bancárias em até 10 segundos, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Portanto, uma das grandes vantagens do PIX Cobrança é que ele possibilitará com que o empreendedor receba o dinheiro imediatamente após o pagamento, o que será excelente para o controle financeiro do negócio.  

Personalização da cobrança

Será possível incluir descontos, juros, multas e data limite de pagamento no PIX cobrança assim como acontece na emissão de boletos bancários da Cora.  Além disso, com o PIX Cobrança o empreendedor ou a empreendedora conseguirá revogar a cobrança antes do pagamento do cliente, se for necessário, o que impedirá que ele realize o pagamento.

Segurança

Da mesma forma que ao escanear o código de barras, o consumidor consegue visualizar as informações da cobrança, ele também conseguirá ter acesso quando utilizar a câmera do celular para ler o QR Code. Essas informações são: valor, data de vencimento, CPF/CNPJ do pagador, bem como os dados do emissor daquela cobrança (para onde o dinheiro vai).

Além disso, o PIX Cobrança segue as mesmas diretrizes de segurança impostas pelo Banco Central. Ou seja, o PIX conta com os mesmos protocolos de segurança do Sistema Financeiro Nacional usados para TEDs e DOCs. Sendo obrigatório que todas as transações e os dados dos clientes sejam protegidos por criptografia e autenticação para evitar fraudes e prejuízos financeiros.

Tarifa

O Banco Central divulgou que o custo do PIX para as instituições financeiras é de R$0,01 para cada dez transações. Portanto essa redução de custos poderá se estender ao banco ou fintech, que hoje oferece o boleto físico, e também aos seus consumidores. Além disso, sabe-se que para pessoa física, MEI ou empresário individual o recebimento e envio de PIX é gratuito. 

No entanto, no caso de pessoas físicas, empresários individuais e MEIs que adotarem o PIX para fins comerciais, estes também estão sujeitos a tarifa no recebimento da transação. São dois os critérios que configuram a atividade comercial e, portanto, passíveis de tarifação segundo o Banco Central:

  • Recebimento de recursos por QR Code Dinâmico (PIX Cobrança);
  • Recebimento de mais de 30 transações com PIX no mês, por conta, por meio de QR Code estático, chave Pix ou inserção manual dos dados. Neste caso, a tarifa pode ser praticada a partir da 31ª transação. 

Além disso, já foi estabelecido que para pessoas jurídicas pode existir tarifação sobre o PIX dependendo da instituição financeira. E, segundo o Banco Central, o modelo de precificação (custo fixo ou percentual) e os valores das tarifas podem ser definidos livremente pelas instituições. Contudo, é importante ressaltar que, em caso de pagamento do PIX de cobrança, o pagador não poderá ser tarifado, apenas o recebedor. 

Felizmente, a Cora é uma conta digital especializada em empresas e aceita todos os tipos de CNPJ, sendo que aqui o PIX cobrança será totalmente gratuito, como já acontece com o recebimento e o envio de PIX dos nossos clientes. A Cora é uma conta digital feita por empreendedores para empreendedores e a nossa missão é levar o melhor serviço financeiro para que você continue cuidando do que realmente importa: o seu negócio.

Quer conhecer mais sobre como funciona o PIX PJ na Cora e acompanhar todas as novidades de lançamentos dos nossos produtos financeiros? Assine a nossa newsletter! 

Por Leticia Souza

Cadastre-se na newsletter da Cora e receba conteúdos exclusivos para quem empreende

Ao assinar a newsletter, declaro que li e concordo com a Política de Privacidade da Cora.

Título

Descrição

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.