PIX saque: o que é e como fazer

15 de Setembro de 2021
pix saque
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Desde de novembro de 2020, uma nova forma de pagamento vem se popularizando e facilitando a vida pro brasileiro, seja ele pessoa física ou jurídica. 

O PIX, lançado pelo Banco Central no fim do ano passado, é o pagamento instantâneo brasileiro e, com ele, podemos transferir recursos entre contas em poucos segundos.

Para pessoas físicas, ficou mais rápido e fácil fazer transferências tanto para outras pessoas, quanto para empresas. 

Já para pessoas jurídicas, esta novidade significou uma nova opção para receber pagamentos de clientes com mais agilidade. 

 

Sua empresa faz tudo em um Pix: pagar, cobrar e receber. Seguro e sem tarifas

 

Desde então, passou a ser possível receber transferências instantaneamente a qualquer horário e dia da semana, bastando ter uma conta ou carteira digital em um banco participante.

Segundo pesquisa encomendada pela Zetta ao Datafolha, 96% dos respondentes têm conhecimento do Pix, sendo que deste total 49% já têm chaves cadastradas. Ou seja, em pouco tempo esta função já conquistou muita gente.

E isto não é à toa, este meio de transferência bancária oferece praticidade, rapidez e é gratuito para transações entre pessoas físicas. E, embora possa ser cobrada uma taxa para o PIX PJ, aqui na Cora, o PIX é totalmente gratuito.

Agora é a vez do PIX Saque e do PIX Troco: o Banco Central confirmou no fim de agosto que, a partir de 29 de novembro de 2021, será possível sacar dinheiro ou receber troco em estabelecimentos comerciais. 

Abaixo, você descobre o que é e como funciona este novo produto.

O que é PIX saque?

O PIX Saque nada mais é que uma maneira de sacar dinheiro sem precisar ir a um caixa eletrônico ou agência bancária necessariamente.

Com ele, também será possível realizar esta operação em estabelecimentos comerciais onde costumamos fazer compras, como supermercados, padarias ou lojas que ofereçam este serviço.

Ficará a cargo dos estabelecimentos decidirem se vão ou não ofertar esta funcionalidade, mesmo que o local já utilize o PIX para pagamentos.

A aposta do Banco Central é que estes novos recursos têm o potencial de gerar visibilidade, atraindo mais clientes para os comerciantes que escolherem utilizá-lo. Ou seja, as empresas que aceitarem oferecer o Pix Saque terão uma forma a mais de captar novos clientes. Uma estratégia muito interessante quando se fala em aquisição.

Leia também | Descubra como usar o PIX e como implementar esse meio de pagamento em sua empresa

Taxas e limites de transação

Para o cliente pessoa física e empresários individuais que optarem por utilizar esta função, não haverá cobrança de tarifas para o saque, com limite de até 8 operações por mês. Ou seja, passando disso, haverá cobrança a ser definida pela instituição financeira participante..

Já os comércios que disponibilizarem o serviço, receberão, das instituições financeiras dos sacadores, uma tarifa por transação que poderá variar entre R$ 0,25 a R$ 0,95, dependendo da negociação. O valor pago pela tarifa será dividido entre a empresa e o banco que presta serviço para ela.

O que se espera é que o serviço diminuirá os custos comerciais destas empresas com a gestão de numerários, além de ser uma nova forma de atrair clientes para conhecer estes negócios. Assim, implementar este recurso pode ser um jeito dos comerciantes melhorarem a rentabilidade da empresa, aumentando seu lucro.

Pensando na segurança dos comércios e dos usuários, o limite de transações do Pix Saque será de R$500 durante o dia e R$100 durante a noite (das 20h às 6h). O estabelecimento pode diminuir estes limites caso prefira e também definir em quais horários vai disponibilizar o serviço, além das notas com as quais irá trabalhar.

Leita também | Taxa do PIX PJ: entenda quando é cobrada e como isentar o pagamento

 

Finalmente, uma conta PJ feita para quem empreende

Descomplicada, sem taxas abusivas, sem burocracia e com  atendimento ágil pelo aplicativo. 

 

PIX saque e PIX troco: conheça as novas funcionalidades do PIX

Além do PIX Saque, o Banco Central anunciou também o PIX Troco. Com estas duas novidades, espera-se que as pessoas tenham mais facilidade de acesso ao dinheiro em espécie, o que facilitará as transações do dia a dia e ainda contribuirá para a visibilidade dos comércios que adotarem as funcionalidades.

Para você entender um pouco melhor o funcionamento destes serviços, veja abaixo o passo a passo para realizá-los:

  • Como fazer PIX Saque
  1. Você vai a uma loja de sua preferência
  2. Faz um PIX de R$ 100 para a loja, sem fazer nenhuma compra
  3. Retira este valor no local, que funciona como um agente de saque
  • Comos fazer PIX Troco
  1. Você vai a uma loja de sua preferência
  2. Faz uma compra de R$40 
  3. Faz um PIX de R$50 para pagar a compra
  4. Recebe R$10 de troco da padaria em dinheiro

 

Calendário do PIX: quando as novas funcionalidades estarão disponíveis?

Estes novos produtos fazem parte da Agenda Evolutiva do Pix e a data de lançamento foi definida em reunião da Diretoria Colegiada do BC, que aconteceu em 24 de agosto. 

A partir de 29 de novembro de 2021, todas as pessoas participantes do PIX  poderão realizar saques nos pontos que ofertarem este serviço.

Tanto o PIX Saque, quanto o PIX Troco têm o potencial de beneficiar desde os cidadãos comuns, oferecendo uma forma mais simples e prática de ter acesso ao dinheiro físico, até os pequenos negócios e comércios locais, possibilitando uma maior divulgação com base neste serviço, o que pode trazer novos clientes para conhecer os produtos oferecidos pelo negócio.

Acredita-se que isto deve reduzir os custos de operação, estimulando a concorrência através do aumento da capilaridade de pontos de retirada de recursos em espécie pelos usuários finais do PIX.

Para o Banco Central as funcionalidades novas devem ajudar na digitalização da sociedade nos sistemas financeiros e de pagamentos, coisa que o PIX já vem possibilitando nos últimos meses.

Aqui na Cora, nós queremos eliminar as burocracias e facilitar a vida dos empreendedores na relação com serviços financeiros. Por isso, quem tem conta na Cora, pode contar com o PIX para empresas de forma completamente gratuita para facilitar o recebimento de pagamentos.

Assim você pode receber ou pagar 24h por dia, 7 dias por semana, diminuindo a dependência de boletos e DOC/TED. Para começar a usar, é só baixar o aplicativo da Cora e, no menu “PIX”, fazer o cadastro das suas chaves.

 

Sua empresa faz tudo em um Pix: pagar, cobrar e receber. Seguro e sem tarifas

Por Equipe Cora

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Chegou o cartão de crédito PJ da Cora, exatamente do jeito que a gente gosta: com zero tarifas, sem burocracia e feito sob medida para o seu negócio

Título

Descrição