O que é lucro líquido? Passo a passo para calcular esse indicador

11 de Outubro de 2021
lucro líquido
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Quando se pensa em empreender, qualquer pessoa tem por objetivo uma boa margem de lucro para fazer o negócio ser um sucesso.

Toda empresa, seja ela grande ou pequena, precisa administrar de forma que o rendimento cubra todos os gastos e sobre receita suficiente para reinvestir, custear as despesas pessoais dos sócios e conseguir guardar um bom montante.

É neste momento que vem a dificuldade. Saber calcular o lucro líquido é uma importante tarefa de uma pessoa que administra qualquer empresa. E é exatamente isso que você vai aprender ou aperfeiçoar neste texto. Continue a leitura!

Controle a posição financeira da sua empresa

Baixe gratuitamente a nossa Planilha de Balanço Patrimonial e tenha um demonstrativo completo da aplicação do capital da sua empresa

PLANILHA DE BALANÇO PATRIMONIAL

O que é Lucro?

Lucro é tudo aquilo que se ganha a partir de alguma transação. É entendido como rendimento, privilégio ou vantagem em relação a algo.

A economia entende lucro como tudo o que foi ganho ou recebido a partir de um ato de comercialização financeira.

Em resumo, lucro é a diferença positiva entre o que foi gasto e o que foi recebido por uma empresa ou por alguém. E dentro de uma companhia, é ele quem define o desempenho do negócio.

Mas para que este cálculo faça sentido, é necessário entender bem a definição de dois tipos de lucro: o bruto e o líquido. 

Lucro Bruto

O lucro bruto é tudo o que obteve de receita total, ou seja, a diferença entre o faturado e o custo para fazer ou possibilitar o produto.

Esse resultado é chamado de bruto por ainda não ser o lucro real da empresa, mais conhecido como lucro líquido, que você verá em mais detalhes no próximo tópico.

Lucro líquido

O que determina o lucro líquido é a diferença entre a receita total e o custo total da empresa. Então, este indicador é aquilo que a empresa ganhou, após todos os descontos obrigatórios e os custos com a produção.

Para fechar essa conta, é necessário incluir todas as despesas, sejam elas fixas ou variáveis, como: 

  • Aluguel
  • Salário dos colaboradores
  • Benefícios dos colaboradores
  • Custo com matéria-prima
  • Pagamento de outros fornecedores
  • Contas de luz, água e telefone
  • Pró-labore dos sócios
  • Impostos
  • Outros

 

Após somar todos esses valores e reduzir o resultado da receita mensal, tem-se o lucro líquido.

Leia também | Índice de lucratividade: o que é e como calcular o do seu negócio?

Lucro bruto e lucro líquido: qual a diferença?

Com os conceitos de lucro bruto e lucro líquido bem estabelecidos, você precisa, agora, entender a diferença entre eles.

Lucro bruto é também conhecido como lucro operacional bruto, ou lucro de vendas. Ou seja, nesta modalidade, exclui-se apenas aquilo que tem ligação com a produção.

Já o lucro líquido é a receita total menos o custo total. Aqui, é preciso incluir os custos fixos e variáveis. É a conta final de tudo que a empresa gastou e tudo que ela arrecadou.

Diferença entre lucro líquido e caixa

Lucro líquido e fluxo de caixa é outro ponto que gera muita confusão em quem está empreendendo. É possível, por exemplo, uma empresa encerrar o mês com caixa positivo, mas ainda não estar dando lucro.

Da mesma forma, há casos de empresas dando lucro, mas que recorrem a bancos para manter o caixa saudável e seguir cumprindo suas obrigações.

Então, devido a essas confusões, é necessário que toda pessoa empreendedora saiba muito bem calcular o lucro líquido.

Se o seu fluxo de caixa pudesse falar…

O que ele diria sobre a sua administração? Baixe gratuitamente a nossa Planilha de Fluxos de Caixa e organize as finanças da sua empresa

Planilha de Fluxo de caixa

Por que calcular margem de lucro líquido

Saber calcular a margem de lucro líquido e entender bem os dados reportados nos relatórios é essencial para manter a saúde financeira de qualquer empresa.

Quando se olha apenas para os números de faturamento é muito arriscado. É preciso entender o quanto desse faturamento é gasto para prover o produto ou serviço que seu negócio oferece.

Saber, por exemplo, que a cada mil reais que entram na receita do caixa, oitocentos servem para custear todos os gastos, te ajuda a avaliar melhor o que fazer com os R$20 de lucro líquido.

E a partir dessa análise, é possível entender qual a margem de lucro líquido necessária para manter o negócio em pé, já que a margem ideal depende de uma série de fatores, inclusive o tipo de empresa que ela se enquadra. 

Lucro líquido: como calcular?

E agora que você já entendeu o que é lucro, a diferença entre lucro bruto e lucro líquido e a também a importância de ter estes dados muito bem mapeados, você vai aprender a como fazer o cálculo de lucro líquido.

Exemplo de cálculo do lucro líquido

Para te ajudar a entender melhor como fazer este cálculo, é necessário criar um cenário hipotético.

Para isso, imagine que você seja uma pessoa que recentemente tenha inaugurado uma pizzaria.

No primeiro mês, sua pizzaria vendeu R$100 mil somente em pizzas. Neste período, você mapeou os seguintes gastos.

  • material de cozinha: R$ 30 mil
  • Salários dos colaboradores: R$ 25 mil
  • Aluguel, pró-labore e demais despesas de funcionamento: R$ 25 mil

 

Baseado nesse faturamento, o lucro líquido da sua pizzaria após todos os gastos ficará da seguinte forma:

  • Receitas: R$ 100 mil
  • Custos para produção: R$30 mil (-)
  • Despesas gerais: R$50 mil (-)
  • Lucro antes dos impostos: R$ 20 mil

 

E após pagar todas as contas, ainda tem os cálculos de impostos. E fica dessa forma:

  • Impostos: R$ 5 mil (-)
  • Lucro líquido mensal: R$ 15 mil

Então, com base no exemplo acima, entendemos que sua pizzaria teve um lucro líquido de R$15 mil no primeiro mês de funcionamento. Ou seja, fechou no azul!

Viu só como nem é tão complicado assim? Fazendo esses cálculos mensalmente e acompanhando bem de perto cada e diariamente tudo que entra e sai do caixa da sua empresa, você logo estará bem familiarizado com isso.

Mas não se esqueça de que usar profissionais capacitados para te ajudar nessas atividades também é bem importante, como a contratação de um bom contador, por exemplo.

Hoje em dia, há até contabilidade online para te ajudar nesse processo de forma ágil e prática, por exemplo. Além disso, há também muitos conteúdos interessantes na internet, como o caso do Blog da Cora. Navegue por outros textos e aprenda tudo o que precisa saber para manter seu negócio sempre dando lucro e sem dor de cabeça.

Por Equipe Cora

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Já vai? Gostaríamos de oferecer um cafezinho, mas por enquanto, oferecemos uma conta sem burocracia e sem taxas abusivas. Saiba mais e #SejaCora

Título

Descrição