Contabilidade para restaurantes: como gerenciar de forma eficiente

25 de Setembro de 2020
contabilidade para restaurantes

Você sabia que 50% de todas as empresas do Brasil acabam por fechar as portas em menos de 5 anos de trabalho? Existem muitas razões para isso, sendo que uma delas é o fato dos administradores terem problemas para poder cuidar das empresas. Assim, é essencial saber como cuidar da contabilidade para restaurantes, como gerenciar um negócio alimentício e como mantê-lo lucrativo.

Atualmente, as empresas no Brasil gastam ao redor de 2000 horas para poder lidar com toda a sua demanda contábil, o que sinaliza o fato de que há uma carga tributária muito grande sobre os negócios. Quem mais sofre com isso são as pequenas e médias empresas, que não podem contratar departamentos de contabilidade para gerenciar seus negócios.

Portanto, é essencial saber como fazer a contabilidade para restaurantes, como gerenciar o seu negócio de forma eficiente e como fazer tudo isso por conta própria, sem a ajuda de profissionais especializados. Será que é possível? Vejamos a seguir!

Contabilidade para restaurantes: como gerenciar seu negócio de forma inteligente

1. Explore novas formas de lucrar

Um problema clássico na administração de um restaurante é como conseguir lidar com o fluxo de renda instável. Isso porque um empreendimento pode ser extremamente lucrativo na sexta, no sábado e até no domingo, mas simplesmente não render nada na segunda, terça ou quarta.

A melhor maneira de fazer isso é ao explorar as muitas possibilidades de lucro que existem no mercado. Por exemplo, que tal apostar em aplicativos de delivery? Não são só as hamburguerias em Rappi ou outros apps do tipo que se dão bem, existe espaço para todo tipo de negócio.

Além deles, existe ainda a possibilidade de vender serviços de assinatura para os seus clientes, cestas-delivery com produtos e até mesmo cursos com as receitas do seu restaurante.

Analise quais as possibilidades mais interessantes para o seu tipo de negócio e aumente as fontes de renda para fugir da instabilidade.

2. Crie maneiras de monetizar o tempo do cliente na mesa

Caso você faça atendimento presencial com os seus clientes, deve entender que ter um consumidor na mesa por 2 horas não é exatamente a coisa mais lucrativa do mundo. Afinal, ele está ocupando o espaço de outro potencial cliente e não vai consumir por dois.

Portanto, é importante pensar em formas de monetizar o tempo que o cliente está na mesa ou dar um jeito de encurtar a sua estadia por lá. Pense em oferecer sobremesas gostosas, cogite vender mais bebidas e estude as possibilidades de aumentar o tíquete-médio dos seus consumidores.

3. Invista em controle de estoque 

Um dos problemas que costuma comer a rentabilidade de um restaurante é o seu controle de estoque. Se não houver um sistema rígido, que faça um bom estudo da quantidade de ingredientes necessários por um determinado período, pode ser que você acabe por perder muito material. Outro cenário possível é acabar faltando ingredientes e precisar comprar por um preço mais caro no mercado.

Dessa forma, o recomendado é poder trabalhar com um sistema digital que faça um controle preciso e facilitado, de modo a não deixar faltar ou sobrar nenhum tipo de item no seu estoque.

4. Use tecnologia

A tecnologia é uma das principais aliadas para as empresas de todos os segmentos e portes. Quanto mais se usa tecnologias, maiores são as chances do negócio ser mais lucrativo e que tenha menos desperdício.

Em um restaurante, a tecnologia pode ser uma aliada poderosa pois pode ajudar os gerentes a controlar uma série de procedimentos do negócio, desde a maneira como alguns pratos são montados até o já citado controle de estoque.

Além disso, existe a possibilidade de fazer um controle sistemático do tempo de cada cliente em mesa, do tamanho da fila do lado de fora, da gestão de tempo dos profissionais contratados e muito mais. Com todos esses softwares, é possível otimizar todas essas áreas e ter resultados cada vez melhores.

5. Contrate empresas terceirizadas

Uma última dica para poder reduzir os custos e tornar a empresa mais lucrativa é tentar contratar prestadores de serviços terceirizados. Eles são úteis pois ajudam o seu negócio a ter melhores resultados e ainda podem aumentar a sua produtividade.

O que acontece é que os prestadores de serviço, como os de contabilidade, de limpeza ou de segurança, realizam tarefas que você precisaria realizar ou contratar alguém para isso. No entanto, você mesmo assumir o trabalho corta a sua produtividade (já que aquele tempo poderia ser usado para outras tarefas), enquanto contratar profissionais é mais dispendioso do que contratar um time terceirizado.

Com essas dicas, você saberá como lidar com a contabilidade para restaurantes, como gerenciar uma empresa do tipo e tirar o máximo possível do seu empreendimento, com menos chances de problemas no futuro. Basta seguir essas dicas que sua empresa terá uma administração melhor e menos chances de falência.

Gostou do conteúdo? Comente abaixo com a sua opinião sobre ele!

banner

Por Parceiro Cora

Cadastre-se na newsletter da Cora e receba conteúdos exclusivos para quem empreende

Ao assinar a newsletter, declaro que li e concordo com a Política de Privacidade da Cora.

Título

Descrição

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.