Fintech: o que é e quais serviços ela oferece?

22 de Junho de 2022
Pessoa em pé, segurando um celular com uma mão e mexendo na tela com a outra. Ao redor do aparelho estão ícones financeiros, como cifrão e um cofrinho.

Você provavelmente já se pegou pensando sobre o que é uma fintech, certo? Afinal, este termo tem estado cada vez mais presente nas manchetes de jornais e em conteúdos da internet.

Mas também, não é para menos. As fintechs estão ganhando espaço devido aos inúmeros serviços inovadores que vêm trazendo, como ajudar a promover a desburocratização de serviços financeiros.

Seja para pessoas físicas ou pessoas jurídicas, essas empresas têm usado a tecnologia para resolver e facilitar a vida de quem precisa do mercado financeiro para pagar contas, transferir dinheiro ou investir.

Além de criar soluções favoráveis aos consumidores, as fintechs têm, ainda, barateado os altos custos até então praticados pelos bancos tradicionais e democratizado o acesso ao crédito de qualidade, ajudando empresas e pessoas a prosperarem.

Então, para você entender de uma vez por todas o que é uma fintech e quais os serviços elas oferecem para você ou sua empresa, continue por aqui e boa leitura.

Afinal, o que é uma Fintech?

Este termo surgiu da união das palavras “financial” e “technology”, que significam em portugues “financeiro” e tecnologia”.  Como o próprio nome indica, fintech é uma empresa que aplica os avanços tecnológicos a soluções financeiras.

Elas surgiram em meio ao universo das startups, que são novos negócios que trabalham buscando um modelo de negócio escalável e, normalmente, se utilizam da tecnologia para oferecer soluções inovadoras.

No caso de uma fintech, ela oferece serviços financeiros digitais, utilizando a tecnologia como diferencial. O objetivo é fornecer serviços que reduzam a burocracia das soluções convencionais, com mais economia para o público final.

Por que este termo ficou tão popular?

Por muito tempo, os bancos tradicionais sempre foram mal vistos por quem consome devido à falta de transparência e às altas taxas por todo tipo de serviço oferecido.

Desde um TED, até uma simples emissão de cheque, os bancos costumavam cobrar valores exorbitantes e que acabavam afetando o bolso de brasileiros e brasileiras.

E quando se olha para as empresas, essa situação era ainda pior, pois prejudicava a lucratividade e forçava quem empreende a repassar esse custo em seus produtos, tornando-os não competitivos.

Sem contar o tempo perdido entre trânsito e filas de bancos para resolver pequenos assuntos, tendo que se deslocar até às agências, esperar por horas e horas e, algumas vezes, nem mesmo ser atendido.

Com a chegada da fintech e do banco digital, foram surgindo soluções mais práticas, sem burocracia e o melhor, totalmente digitais. Imagine em meio a tantos serviços burocráticos, você conseguir abrir uma conta, aceitar a oferta de um cartão de crédito e ainda ter acesso a empréstimos e financiamentos sem mesmo sair de casa, tudo por um aplicativo de celular.

Pois foi exatamente o que acabou acontecendo. As soluções de fintechs têm foco nas necessidades de clientes e oferecem serviços que simplificam o dia a dia. Por isso, ter a possibilidade de realizar transações financeiras com o smartphone, sem precisar sair de casa, e muitas vezes sem custo algum, fez com que o termo fintech ficasse cada vez mais difundido no Brasil.

Diferença entre Fintech e Startup

Talvez, a principal característica que diferencia uma fintech de uma startup é o segmento de atuação.

Uma startup, por exemplo, pode atuar em qualquer segmento de mercado, seja alimentação, tecnologia, vestuário, seguros e outros. No entanto, uma fintech trabalha com soluções voltadas exclusivamente para o mercado financeiro.

Quais serviços uma fintech oferece?

E por falar em serviços, conheça um pouco mais sobre as soluções que normalmente são oferecidas pelas fintechs brasileiras e o que significa cada uma delas. E claro, tudo regulamentado pelo Banco Central.

Conta digital

Seja para pessoa física, ou pessoa jurídica, o serviço que a maioria das pessoas pensa quando se fala em fintechs são as contas digitais. Afinal, elas possuem características marcantes, como a desburocratização desse serviço que costumava ser tão complexo.

As contas digitais são parecidas com as contas bancárias tradicionais, mas atuam de forma 100% online. O resultado disso são clientes mais felizes e com maior facilidade na movimentação, além da redução ou até isenção de taxas de serviços oferecidos pelos bancos digitais.

Pagamentos e transferências

Imagina poder pagar um boleto somente escaneando o código de barras com a câmera do celular pelo aplicativo do banco. É claro que hoje os bancos tradicionais também têm essa funcionalidade, mas elas se tornaram mais populares graças às fintechs.

Além disso, a possibilidade de efetuar transferências via TED ou DOC sem pagar taxas abusivas também são facilidades que chegaram com a competitividade trazida pelas fintechs. Afinal, os bancos tradicionais tiveram que correr atrás do prejuízo para se manter no mercado.

Investimentos

Muitos clientes jamais sonharam em investir na bolsa de valores antes do surgimento das fintechs. Até isso foi democratizado, pois, agora, pelo aplicativo da corretora você consegue acompanhar se as ações subiram ou desceram, comprar cotas e até ter cursos gratuitos para aprender a investir.

Gestão financeira

O setor financeiro das empresas ganhou com os serviços de gestão financeira oferecidos pelas fintechs. Aquelas que dedicam suas soluções aos clientes corporativos passaram a facilitar a gestão financeira do negócio totalmente interligada à conta pj.

Isso traz mais transparência nos relatórios gerados e facilidade na administração da empresa.

Seguros

E se você pudesse contratar um seguro de vida, do seu carro ou da sua casa diretamente pelo celular? Essa realidade já existe graças às fintechs que operam esse serviço.

Pelo app, você solicita a cotação, envia os documentos e, após contratado, recebe a apólice. Isso tudo sem a necessidade de juntar um monte de papel, enviar pelo correio e esperar dias até o seguro ser ativado.

Cartão de crédito

O cartão de crédito foi, por muito tempo, desejado por muitos, oferecido a poucos. Isso devido toda a burocracia que existia em volta desse método de pagamento.

Hoje em dia, além de conseguir solicitar o cartão de forma remota, o serviço oferecido pelas fintechs de crédito foi dando poder de compra aos consumidores, podendo parcelar suas compras ou até mesmo ter acesso ao cartão pré-pago, o que possibilita uma melhor gestão dos gastos.

Pronto, agora você já sabe o que é uma fintech e os principais serviços que elas têm para te oferecer.

Por Equipe Cora

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no que importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Chegou o cartão de crédito PJ da Cora, exatamente do jeito que a gente gosta: com zero tarifas, sem burocracia e feito sob medida para o seu negócio

Título

Descrição