Estratégias para seu pequeno negócio sobreviver à crise

3 de Junho de 2020
sobreviver à crise financeira

A disseminação da COVID-19 não apenas produziu uma crise sanitária com sérias implicações na saúde, como também criou incerteza econômica em todo o mundo. 

Se para grandes empresas consolidadas esse é um momento desafiador;  para pequenos e médios negócios que são ainda mais vulneráveis, essa é uma verdadeira luta pela sobrevivência. 

Pode ser assustador tentar resolver sozinho(a) todos os problemas que essa crise apresenta.  Por isso, mais do que nunca compaixão e colaboração serão essenciais para apoiar a existência dos pequenos negócios.

Se você está na linha de frente para manter as portas abertas, aqui estão algumas das ações que podem fortalecer e proteger seu negócio.

 Triagem financeira imediata

A maior preocupação para a maioria dos pequenos empreendedores, pelo menos inicialmente, é “como vou pagar minhas contas esta semana, na próxima semana, e quanto tempo isso durará”. Obviamente, essa é uma pergunta muito difícil de responder e, além disso, a maioria das empresas enfrenta uma redução de clientes durante uma crise econômica dessa proporção. 

Aqui estão algumas medidas importantes que deveriam ser aplicadas na frente financeira o mais rápido possível:

  • Crie uma lista de orçamento de fluxo de caixa com custos fixos versus custos variáveis. Os custos fixos geralmente mantêm as portas da sua empresa abertas e devem ser priorizados. Crie uma lista de prioridades sobre quais são as mais importantes e tente reservar dinheiro com base nos prazos de vencimento. 
  • Analise cortes para custos desnecessários que não estão gerando receita ou não são fundamentais para as principais funções do negócio.
  • Demissões ou licenças de funcionários devem ser muito refletidas. Lembre-se de que seus colaboradores podem ser um dos seus maiores ativos e, se não se esforçar agora para mantê-los, você poderá não recuperá-los mais tarde, quando a crise for superada.
  • Considere todas as economias ou recursos, incluindo possíveis empréstimos.
  • Encontre fontes financeiras adicionais de receita. Seja criativo em suas vendas e ações de marketing (saiba mais sobre isso abaixo).

Em tempos de incerteza, planejamento é rei

Aqui estão algumas ideias ou etapas específicas que devem ser consideradas no planejamento com a sua equipe.

Considere reduzir despesas não essenciais

Desde novas contratações até a interrupção de grandes compromissos e investimentos, sempre que possível. O acesso ao capital também é crítico e pode significar a diferença entre permanecer nos negócios e fechar as portas.

Não se trata apenas de cortar custos da folha de pagamento. É importante demonstrar liderança e manter a calma.  

Se decisões difíceis precisarem ser tomadas, faça uma avaliação de talentos em sua empresa sobre quem é valioso e como seus negócios serão diferentes se essa pessoa não estiver trabalhando para você na próxima semana. 

Evite fazer planos de longo prazo

Lembre-se de que as coisas estão mudando frequentemente. Tenha um planejamento de curto prazo consistente, mas jamais inflexível. Como dissemos, adaptação é palavra-chave para vencer essa crise. 

Ou seja, não fique preso nas decisões que tomou na semana passada. Esteja disposto a se adaptar e ter novos planos.

Nesse sentido, faça um plano para as próximas semanas e depois para o próximo mês. Esses planos mudarão, mas ter um direcionamento é importante para aumentar a sensação de controle e diminuir a ansiedade.

Adaptar e diversificar 

Embora seja irrefutável que estes sejam tempos difíceis,  pequenas empresas devem desafiar-se a pensar criativamente sobre como podem fazer ajustes positivos que colaborem para o fortalecimento do negócio. 

Por exemplo, o proprietário de um restaurante pode considerar a entrega em domicílio, se ainda não a oferece — muitos restaurantes locais que não tinham a opção de entrega, agora oferecem essa modalidade, permitindo que os clientes os apoiem — ou pensar em maneiras de tornar sua opção de entrega mais atraente, com desconto, pedido sem taxa ou cupons para uso futuro.

E, finalmente, os pequenos empresários devem encontrar algum conforto em saber que, por serem pequenos, têm a vantagem de serem mais ágeis e flexíveis a mudanças, o que lhes permite se adaptar mais rapidamente do que negócios maiores. 

Ao priorizar a saúde, o fluxo de caixa e pensar de maneira rápida e criativa sobre os ajustes do modelo de negócios, as pequenas empresas podem se posicionar melhor para resistir a uma época de incertezas.  

Marketing e vendas

Esse ponto é muito relevante! Certifique-se de se comunicar de forma transparente com seus clientes. Todos estão enfrentando essa crise juntos, portanto, seja claro em relação ao que seus negócios estão passando. Os clientes podem simpatizar com as marcas que enfrentam uma crise, desde que você se comunique com eles adequadamente.

Se você estiver aberto para negócios, verifique se eles sabem que podem continuar comprando de sua empresa.  Facilite a compra online de seus produtos e serviços. Aliás, confira neste outro artigo algumas dicas para começar a vender em marketplaces.

Use sua presença em mídias sociais para manter seus clientes atualizados. Se você normalmente não está presente nesses canais, agora pode ser hora de começar.

Implemente um boletim informativo (newsletter) ou uma régua de e-mails simples para se comunicar com seus clientes. O importante é manter-se próximo.

Ah, ser criativo e encontrar novas oportunidades para comercializar e vender é sempre uma boa estratégia. Dadas as condições atuais, o que você pode oferecer de diferencial? Este é o momento para se concentrar em seus clientes existentes, fornecer um serviço excelente, investir em seu relacionamento com clientes importantes.  

Como dissemos, considere novas maneiras de fornecer seu serviço ou produto. Pode ser através de entrega em domicílio, e-commerces e aplicativos. Ofereça descontos, se necessário, e pense com engenhosidade.

Busque parceiros para o seu negócio

O fluxo de caixa é a força vital do seu negócio. Para manter sua pequena empresa saudável, o dinheiro precisa continuar fluindo.  Segundo a opinião de especialistas, uma das alternativas que pequenos negócios têm para proteger o fluxo de caixa neste momento é tentar antecipar suas receitas. 

Como mencionamos, a capacidade de adaptação dos empreendedores e a colaboração da nossa sociedade serão essenciais para superar essa crise. Para ajudar os pequenos negócios conseguir manter o fluxo de caixa, a Cora lançou a plataforma Compre dos Pequenos, que possibilita a comercialização de vouchers (cupons promocionais) dos estabelecimentos cadastrados no site. 

Depois que a crise passar, o voucher pode ser usado para comprar algum produto naquele local. Não há taxas para quem compra o voucher nem para o estabelecimento cadastrado. Para cadastrar o seu negócio na plataforma, entre em contato com a nossa equipe. 

Por Janaína Mattos