Como montar uma clínica estética? Confira em passos

4 de Agosto de 2022
Profissional da área da beleza trabalhando em sua empresa. Saiba como montar uma clínica estética.

Você sabia que o Brasil é o quarto maior mercado de cuidados pessoais e beleza do mundo? Esse dado divulgado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) confirma o interesse de muitos profissionais da área em descobrir como montar uma clínica estética.

A verdade é que este não é um desafio fácil. Aliás, empreender no Brasil não é tão simples quanto pode parecer, e quem vive essa realidade sabe que são muitos documentos, softwares, planilhas e estratégias de divulgação para conseguir montar um negócio.

Então, pensando em facilitar a vida de quem quer empreender no mercado de estética e aproveitar a grande busca por esse serviço, este conteúdo vai apresentar 8 passos importantes a seguir para ter uma clínica de sucesso.

 

O mercado de estética no Brasil

Se você decidiu montar uma empresa focada no ramo da estética, provavelmente já ouviu falar o quão promissor ele é, movimentando bilhões de reais na economia brasileira. De 2014 a 2019, este mercado cresceu 567% no país, dado também divulgado pela ABIHPEC.

Com a chegada da pandemia da Covid-19, houve uma desaceleração no crescimento da área, mas o que foi comum e bem justificável em praticamente todos os setores do Brasil, exceto aqueles que se dedicavam em desenvolver produtos e serviços que foram úteis durante o isolamento social.

No entanto, indo ao contrário da realidade no país, mesmo em 2020, auge da pandemia, o mercado de estética conseguiu se manter em crescimento: 5,8%. Ou seja, apesar de tantas adversidades, o setor se mantém como um dos mais promissores do Brasil.

O motivo disso é o fato de que o consumidor brasileiro entende que os produtos e serviços de estética são necessários e até indispensáveis ao bem-estar e à rotina de higiene pessoal. No ranking mundial, o Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos, China e Japão apenas.

 

Como montar uma clínica estética

1. Plano de negócio

O primeiro passo é montar um plano de negócio. Nele, deve conter todas as informações e objetivos da sua futura empresa, além de análise de mercado, análise de concorrentes e até o formato jurídico e tributário. 

Leia também | Como elaborar seu modelo de negócio e começar a empreender

2. Campo de atuação

A área de estética é composta por vários campos de atuação e você precisa definir qual quer seguir para incluí-la no plano de negócio.

Dentre todas as opções, as que mais se destacam são:

  • Beleza;
  • Saúde;
  • Bem-estar;
  • Imagem pessoal.

 

Mais abaixo, você vai conhecê-las com mais detalhes para ajudar na decisão.

3. Infraestrutura

A infraestrutura da sua clínica também precisa ser levada em consideração desde o momento do plano de negócio. Afinal, é aqui que você irá avaliar os custos com aparelhos e materiais para realizar o procedimento.

Sendo assim, considere, nesta etapa, entender a localização, o imóvel onde irá funcionar a clínica e se ele será próprio ou alugado. Além disso, avalie também questões como reforma, decoração e outros detalhes, pois tudo isso pode impactar no seu capital inicial que será abordado a seguir.

4. Capital de investimento

Após analisar os pontos citados anteriormente, já será possível começar a provisionar o custo para abrir sua clínica. Sendo assim, é possível entender se você tem ou não o dinheiro.

Caso não tenha e não abra mão de já iniciar na estrutura que projetou, é preciso ir atrás do investimento, que pode ser via empréstimos. Aqui, é importante considerar as taxas de juros, forma de pagamento e outras tarifas que possam ser cobradas na transação, além de que o valor das parcelas podem impactar na sua lucratividade.

5. Capital de giro

É importante lembrar que o investimento inicial não é o único que precisa ser pensado. Nos primeiros meses, dificilmente a receita que entrará na clínica talvez não seja suficiente para arcar com todos os custos operacionais.

Devido a isso, considere projetar, já no plano de negócio, o montante necessário para manter o negócio funcionando independente do número de clientes que você for atender, chamado de capital de giro.

6. Equipe e colaboradores

Essa decisão também é importante, pois você pode decidir operar sozinho, ou com uma equipe. No entanto, essa informação também impactará no seu planejamento, tanto o financeiro quanto o operacional, afinal, se optar por ter uma equipe, será preciso pensar num treinamento para definir algumas diretrizes importantes para a empresa.

7. Formalização

A etapa de formalização é, talvez, a mais importante, pois é a partir daqui que sua empresa terá a licença necessária para operar dentro da legalidade.

O processo de como montar uma clínica estética inclui também autorizações relacionadas à legislação sanitária. As regras para operar neste ramo são determinadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e Anvisa, órgãos que definem os padrões mínimos de funcionamento que devem ser seguidos por esses modelos empresariais.

Quanto à documentação, a Anvisa exige que sejam providenciados os seguintes:

  • Alvará de autorização sanitária;
  • Alvará de localização e funcionamento;
  • Comprovante de recolhimento dos resíduos perfurocortantes;
  • Registro de manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos; 
  • Registro de monitoramento da esterilização;
  • Manual de boas práticas.

 

Um profissional de contabilidade é a melhor pessoa para te ajudar nesta etapa. Não deixe de considerar essa colaboração desde o primeiro momento.

Além disso, após ter o CNPJ liberado, já é possível iniciar o processo de abertura de uma conta corrente PJ para as transações financeiras da empresa. Ela será necessária para você conseguir montar uma gestão de cobrança eficaz e oferecer os mais variados meios de pagamento aos futuros clientes.

Uma dica extra nesta etapa é a Cora, conta digital para pessoa jurídica que não cobra mensalidade e ainda oferece um cartão de crédito livre de anuidade para ajudar no seu capital de giro.

8. Plano de marketing

Essa fase é bem importante para te ajudar na aquisição de clientes, afinal, você precisa divulgar sua nova clínica para que as pessoas conheçam seus serviços.

Considere as redes sociais, marketing de conteúdo, folders, anúncios no Google Adwords e também um perfil no Google Meu Negócio.

Principais áreas do mercado de estética

Diferente do que muitas pessoas pensam, estética também é saúde, não apenas de vaidade. Sendo assim, os motivos pelos quais as pessoas procuram um profissional da área variam bastante, o que reflete na diversidade das áreas de atuação. Conheça, então, as principais áreas deste mercado.

Beleza

Esta é a vertente mais popular do mercado de estética e uma das que mais oferecem oportunidades. Nela, profissionais atuam em atividades para melhorar o aspecto da pele, como os tratamentos para linhas de expressão, estrias e celulites.

A atuação se dá também na limpeza de pele, depilação e maquiagem, além de realizar terapias capilares para prevenir e tratar a calvície.

Saúde

A saúde também é uma vertente bem importante da área de estética, que visa a promoção da saúde por meio de procedimentos estéticos, onde o profissional atua com ajuda de uma série de técnicas inovadoras.

Dentre elas, os destaques a eletroterapia, para melhorar os tecidos corporais, e a criolipólise, tratamento para reduzir medidas com a eliminação da gordura localizada. Além desses, a carboxiterapia também é bastante conhecida, pois tem objetivo de melhorar a oxigenação e a circulação dos tecidos com o uso do gás carbônico.

Bem-estar

A qualidade de vida também é atendida na área de estética. Nela, o esteticista trabalha com procedimentos que podem ou não ter algum resultado na aparência das pessoas. Mas certamente contribuem para que se sintam melhor física e emocionalmente.

A massagem relaxante, massagem modeladora, esfoliação e nutrição da pele e drenagem linfática são alguns exemplos de procedimentos estéticos voltados ao bem-estar. A busca por essa área tem crescido muito, principalmente devido ao estresse causado pela agitação da vida moderna.

Imagem pessoal

Engana-se quem pensa que a área da estética que cuida da imagem pessoal é focada apenas na busca pela beleza. Este campo de atuação provoca transformações na autoestima dos pacientes, ajudando-os também a superar traumas. Como exemplo, estão as pessoas com cicatrizes devido a cirurgia, ou também as vítimas de queimaduras.

Assim, é possível realizar procedimentos para diminuir os desconfortos decorrentes de intervenções cirúrgicas, assim como para propiciar uma melhor cicatrização. Além disso, a estética também atua na remoção de manchas da pele e trabalha a imagem pessoal como um todo, com maquiagens e penteados adequados a cada paciente.

Saber como montar uma clínica estética vai te ajudar a preparar um plano de negócios muito eficaz desde o início da sua operação. E é importante entender que não se deve iniciar a abertura de uma empresa sem a ajuda de um contador, além de considerar uma conta PJ para profissionalizar ainda mais seu novo negócio.

Por Equipe Cora

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no que importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Sua empresa ainda não possui uma conta PJ?

Na Cora, você tem emissão de boletos ilimitados, transferências (TED e PIX) e cartão de crédito totalmente livres de tarifas e burocracias. Abra sua conta com a gente e #SejaCora

Título

Descrição