Como montar um boleto de cobrança na prática?

5 de Abril de 2020
como montar boleto de cobrança
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O boleto bancário nada mais é do que uma forma simples e ágil para realização de pagamentos que têm importantes funcionalidades de cobrança e controle de recebimentos por parte de quem vende.

A seguir, conheça os campos existentes em um boleto e saiba como emitir esse tipo de cobrança a seus clientes.

Campos do Boleto de Cobrança

Para saber como montar um boleto de cobrança é importante entender o significado de cada um dos seus campos. Por incrível que pareça, todos aqueles números e códigos representam informações relevantes. Veja quais são:

  • Sacado: é o comprador do produto ou serviço, ou seja, quem paga o boleto. Para boletos registrados, é preciso informar o CPF ou CNPJ obrigatoriamente.
  • Cedente: é o emissor da cobrança, isto é, quem efetuou a prestação do serviço ou a venda da mercadoria. No caso de utilização de um intermediador de pagamentos, será o nome dessa empresa que aparecerá como cedente.
  • Sacador/avalista: Nome e CPF ou CNPJ da pessoa que irá receber o pagamento.
  • Agência e Código do Cedente: a agência varia entre três e quatro dígitos. Existem bancos que têm um dígito no número da agência. Mas, normalmente, esse verificador não é utilizado nas informações do boleto. Já o Código do Cedente também é chamado de Código Beneficiário e é representado por, no mínimo, seis e, no máximo, 12 números. A quantidade depende da carteira de emissão.
  • Valor do boleto bancário: é o preço que custa o serviço ou produto objeto da emissão do título. Ele deve ser sempre na moeda corrente brasileira, o real.
  • Data de vencimento: é o prazo máximo que o sacado tem para efetivar o pagamento do boleto bancário. Ao ultrapassar esse período, ele fica responsável por arcar com a mora, multa ou juros resultantes do boleto. 
  • Multa de mora e juros: quando o sacado não cumpre com a sua obrigação de pagar o boleto bancário até a data de vencimento que consta no título, ele pode sofrer algumas penalidades previstas em lei. Mora quer dizer atraso. E a cobrança permitida pelo Código de Defesa do Consumidor é de, no máximo, 2% do valor do título. Já o teto dos juros definido por lei é de 1% ao mês. Ele deve ser cobrado proporcionalmente aos dias de atraso do pagamento.
  • Nosso número: como se fosse o RG do boleto, pois jamais dois boletos poderão ter o mesmo “nosso número”. Essa sequência faz parte da linha digitável, que será abordada a seguir. O número de dígitos muda de acordo com a carteira e o banco emissor.
  • Linha digitável: é o número que vem com o código de barras. O código permite o pagamento do título sem a necessidade de imprimi-lo. Ele pode ser realizado no caixa eletrônico, no balcão com operador de caixa ou pela Internet. A linha digitável é composta por 48 números, que são divididos em 5 grupos diferentes. É claro que nada é aleatório, e cada um desses algarismos tem um significado.

 

Finalmente, uma conta PJ feita para quem empreende

Descomplicada, sem taxas abusivas, sem burocracia e com  atendimento ágil pelo aplicativo.

 

Entenda como emitir um boleto de cobrança

Existem duas principais formas de emitir boletos: diretamente com um banco ou com um sistema de cobrança e pagamentos. Se for emitir o boleto por meio de uma instituição bancária, você ou a sua empresa precisarão ter uma conta no banco, um convênio e uma carteira de cobrança que podem ou não estar incluídos nas contas de pessoa jurídica, dependendo do seu contrato.

A emissão do boleto, via banco, precisa ser feita manualmente, e todos os campos devem ser preenchidos corretamente. Em casos de mensalidades ou pagamentos recorrentes, é necessário gerar um novo boleto a cada mês.

As taxas variam de banco para banco e, por isso, vale a pena pesquisar bem antes de virar cliente de um deles. Mas, normalmente, é cobrada uma taxa na hora da emissão do boleto, que será descontada da sua conta, e outras taxas em caso de emissão de segunda via, cancelamento do boleto ou para manutenção de títulos vencidos.

A outra opção e, por sinal, até mais vantajosa de emissão de boletos, é um sistema de gestão financeira, que pode ser contratado com taxas menores, sem a necessidade de abrir uma conta bancária e com possibilidade de isenção de algumas taxas.

A qualidade do serviço depende de sistema para sistema, então é preciso ficar atento. É importante lembrar que na hora de optar por uma ferramenta para emitir boletos, a melhor alternativa é buscar um parceiro que ofereça o serviço de gestão de boletos de forma gratuita. 

É o caso da Conta Digital Cora, que oferece gratuidade no serviço em todas as etapas: desde a emissão até a compensação do boleto. Dessa forma, não será necessário reduzir a margem de lucro sobre suas vendas. 

Leia também | TEC: saiba como evitar a cobrança por emissão de boleto

Como emitir Boleto de cobrança na Cora?

O processo de emissão de boletos no aplicativo da Conta Digital Cora é bastante simples e intuitivo. Veja o passo a passo:

  • Acesse o aplicativo Cora;
  • No menu superior, clique em “emitir boleto”;
  • Escolha entre emitir boleto para novo contato ou para um contato salvo anteriormente;
  • Escreva o nome do cliente;
  • Escolha a opção pessoa física ou pessoa jurídica;
  • Digite o documento do seu cliente (CPF ou CNPJ);
  • Digite o valor do boleto;
  • De um nome à cobrança;
  • Se preferir, adicione uma descrição;
  • Escolha uma data de vencimento;
  • Confirme as informações do boleto e clique em confirmar;
  • Pronto, o seu boleto foi gerado! Você pode enviar o documento ou somente o código de barras para pagamento.

Abra sua conta digital na Cora e aproveite esse e muitos outros benefícios gratuitos!

Por Vanessa Ferreira

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no que importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Sua empresa ainda não possui uma conta PJ?

Na Cora, você tem emissão de boletos ilimitados, transferências (TED e PIX) e cartão de crédito totalmente livres de tarifas e burocracias. Abra sua conta com a gente e #SejaCora

Título

Descrição