7 dicas de como abrir uma empresa de limpeza

3 de Agosto de 2022
Profissional está realizando a limpeza de uma sala de reunião. Saiba como como abrir uma empresa de limpeza.

Aproveitar oportunidades de se montar bons negócios é o que faz uma pessoa empreendedora. Dentre tantos ramos, há quem veja na prestação de serviço um bom caminho para começar empreender, como abrir uma empresa de limpeza, por exemplo.

Quando se fala neste ramo, há duas frentes que sua nova empresa tem mais chances de atuar: o público comercial e o residencial. Cada um envolve uma estratégia diferente, seja de aquisição, estrutura e até número de funcionários.

Apesar de ser muito mais comum as empresas de limpeza trabalharem focando nos escritórios, empresas e espaços comerciais, hoje já existem aquelas que se dedicam a oferecer limpeza doméstica também.

É claro que abrir uma empresa de limpeza requer muitos fatores além de simplesmente entender do assunto. É necessário ter alvarás de funcionamento, uma operação eficaz e, principalmente, conquistar clientes.

Então, visando te ajudar neste novo empreendimento, este texto vai apresentar 7 dicas para começar a projetar sua nova empresa e ter sucesso desde a inauguração. Continue a leitura e anote tudo. 

O mercado de limpeza

Se você está em busca de saber como abrir uma empresa de limpeza, é interessante saber um pouco mais sobre dados deste mercado, certo? Afinal, eles podem te dar uma visão melhor sobre as oportunidades que você terá.

De acordo com as informações divulgadas pelo Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas –, o mercado de limpeza é um dos que mais crescem no Brasil, mesmo durante a pandemia da Covid-19, quando muitos setores estavam em baixa.

Hoje, são mais de 13 mil empresas deste ramo em todo o país, empregando mais de 1,6 milhões de pessoas e, ainda segundo os dados divulgados, 66% contam com até 20 funcionários – números bem interessantes em tempos de retração econômica.

Outra informação bem legal sobre este setor é que é composto, majoritariamente, por micro, pequenas e médias empresas – que correspondem a 95% das unidades desse segmento.

Como abrir uma empresa de limpeza?

Gostou dos números? Pois, se bem estruturada, sua empresa pode aproveitar as oportunidades de crescimento deste segmento e conquistar bons clientes espalhados pela sua cidade e, por que não, pelo país.

Por isso, a partir de agora, você vai receber 7 dicas de como abrir uma empresa de limpeza e visar o sucesso desde o primeiro dia de operação.

Leia também | Estudo de mercado: o que é e como fazer em 4 passos

1. Residencial x comercial

Se você já está decidido a investir na área da limpeza, parabéns. Agora é hora de ir às questões práticas do negócio. Qual tipo de cliente você quer atender: residencial ou comercial?

O primeiro citado tem ganhado grande espaço principalmente nas grandes cidades, onde a empresa funciona como um intermediador de auxiliares de limpeza para para atendimento pontual. Neste caso, seu trabalho é estruturar um processo de venda da mão-de-obra e recrutar pessoas interessadas em prestar o serviço.

Pode ser considerado até uma espécie de Marketplace, onde, de um lado, você tem o cliente, e do outro, o prestador de serviço. O objetivo da sua empresa pode ser conectar essas duas pontas e ganhar uma comissão por isso.

No caso comercial, o processo funciona um pouco diferente. Sua empresa será contratada por outras companhias para manter a higiene do local. Neste caso, você irá montar uma equipe de colaboradores que prestará o serviço in loco na outra empresa.

Então, a primeira pergunta a se fazer é: que público você quer atingir? A partir da resposta, comece a avançar para as próximas etapas, que serão detalhadas a seguir.

2. Plano de negócios

Com a ideia macro um pouco mais definida, é hora de começar a montar seu plano de negócios. 

Como definição, este é um documento que descreve os caminhos que a empresa precisa caminhar para que os objetivos e metas de lucratividade e de crescimento sejam alcançados.

Nele, é possível identificar se uma ideia de negócio é viável ou não, o que diminui riscos e incertezas para o empreendedor. Ou seja, você precisa detalhar quais são seus objetivos e o que pretende fazer para alcançá-los. A partir das análises feitas, é possível entender se as decisões tomadas são ou não as melhores.

3. Custos iniciais

Após definir no plano de negócios o caminho que você quer percorrer e quais as atividades iniciais do projeto, é hora de começar a viabilizar o investimento inicial para colocar a operação de pé.

Aqui, vale entender para calcular também as questões burocráticas, como licenças, alvarás e toda a parte legal para abrir a empresa. O aconselhável, nesta fase, é já ter a ajuda de um profissional de contabilidade para ir direcionando nestes pontos e custos.

4. Custos operacionais

Além dos custos iniciais, é importante ter em mente os custos operacionais, ou seja, o tanto que será preciso pagar para que a operação da sua empresa não pare.

Essa análise é interessante principalmente devido ao fato de que ela irá representar o número de clientes mínimos que você precisa ter para custear sua operação.

5. Capital de giro

Ainda sobre custos, o capital de giro precisa ser provisionado também. Como você deve imaginar, ao abrir sua empresa, possivelmente ela não terá clientes suficientes para bancar com todo o custo logo no primeiro mês.

Afinal, existem gastos com matéria-prima, material de limpeza, colaboradores, transportes, custos administrativos, entre outros. Por isso, considere ter um valor guardado para cobrir estes custos até sua empresa começar a dar lucros.

6. Formalização

Essa parte é muito importante, afinal, é depois dela que sua empresa estará autorizada a funcionar e ir atrás de clientes.

Vale reforçar, ainda, que um contador é a melhor pessoa para te orientar nessa etapa e por todas as próximas. A visão estratégica deste profissional irá te ajudar a pagar os impostos corretos, escolher o melhor regime tributário e manter seu CNPJ em dia com as obrigações federais.

Não esqueça, que muitas empresas, antes de contratar outras parceiras para prestação de serviço, buscam o CNPJ para confirmar se são reais e confiáveis, a fim de evitar fraudes e problemas fiscais.

7. Gestão financeira

Após tudo formalizado, não esqueça de já pensar na estrutura da sua gestão financeira. A principal dica aqui é não usar sua conta pessoal para fazer as transações corporativas.

Ter uma conta PJ tende a deixar sua empresa ainda mais profissional e ganhar admiração de possíveis clientes. Para não se preocupar com os custos dessa conta, lembre-se que a Cora é uma conta digital PJ que visa ajudar pessoas a empreenderem. Por isso, a manutenção da conta não tem custo, assim como o cartão de crédito também não.

Dica bônus: equipe de colaboradores

Não dá para começar uma empresa de limpeza sem uma quantidade mínima de colaboradores, mas não só para a parte de limpeza. Há outras áreas que vão precisar de uma atenção especial, como administrativo, operacional e até mesmo para a sua estratégia de marketing e comunicação.

Para estes últimos, você pode pensar em contratar um colaborador fixo, ou uma agência de publicidade. O importante é não deixar de pensar nesse time também

Agora você já sabe como estruturar o início da sua empresa de limpeza e quais os caminhos a seguir. Não esqueça de contar nos comentários o que achou do conteúdo.

Por Equipe Cora

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no que importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Sua empresa ainda não possui uma conta PJ?

Na Cora, você tem emissão de boletos ilimitados, transferências (TED e PIX) e cartão de crédito totalmente livres de tarifas e burocracias. Abra sua conta com a gente e #SejaCora

Título

Descrição