Cartão de crédito pré-pago: o que é e como funciona

10 de Dezembro de 2021
Cartão de crédito pré-pago
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Neste conteúdo você vai encontrar:

Você provavelmente tem ouvido muito falar do cartão de crédito pré-pago nos últimos tempos. Esse produto, relativamente novo no país, trouxe benefícios e vantagens para as pessoas que buscavam ter um melhor controle da vida financeira sem se preocupar em pagar faturas no fim do mês.

Como o uso de cartões para pagamentos vem se popularizando no Brasil, o cartão pré-pago surge como uma interessante alternativa para aqueles que não querem ou, por algum motivo, não podem ter o cartão de crédito tradicional.

Dessa forma, a rápida disseminação do produto está ligada a sua fácil aquisição, possibilidade de ter um menor de idade como titular e também ser adquirido por quem está negativado nos órgãos de crédito.

Mas apesar de tantas vantagens, também é importante conhecer bem as particularidades dos cartões de crédito pré-pago para não cair em armadilhas. 

Preparamos este texto para esclarecer todas as suas dúvidas sobre esta modalidade de cartão e fazer com que você entenda se ele é ou não interessante para o seu perfil.

IMPORTANTE: A modalidade pré-pago ainda não está disponível no cartão de crédito da Cora. Acompanhe os canais de comunicação oficiais da Cora para ficar por dentro de todas as novidades!

 

quiz Potencial financeiro da sua empresa
QUIZ: Descubra o potencial financeiro da sua empresa

Você tem cuidados das finanças do seu negócio como deveria? Faça o quiz e descubra!

 

Cartão de crédito comum ou Cartão Pré-pago?

Primeiro, vamos a uma rápida explicação do que é o cartão de crédito pré-pago. Regulamentado pelo Banco Central em 2014, este produto financeiro tem o funcionamento bem parecido com o de um cartão de crédito. A grande diferença é que o seu titular precisa pagar antes de usar. Dessa forma, ele precisa depositar saldo no cartão para conseguir realizar suas compras.

Já no cartão de crédito essa lógica é inversa. O cliente recebe da instituição financeira um limite a ser utilizado dentro de determinado período. Quando esse tempo chega ao fim, em geral dentro de 30 dias, uma fatura de gastos é gerada para que aquela pessoa possa pagar os valores que utilizou. 

Podemos dizer que o cartão de crédito é uma espécie de empréstimo, já que a instituição permite que uma pessoa faça compras com o cartão e pague os valores devidos somente depois.

Nesse caso, a empresa oferece o crédito confiando que o consumidor vai realizar o pagamento do valor total no dia determinado. Porém, nem sempre isso acontece, por isso as instituições de crédito cobram juros altíssimos por atrasos.

Dessa forma, outra grande diferença entre esses dois produtos é que as empresas que oferecem o cartão de crédito pré-pago não correm o risco de inadimplência por parte do cliente. Esse detalhe faz com que ele seja oferecido mesmo para quem tem score baixo ou está negativado, popularmente conhecido como “nome sujo”.

Também é importante saber que, ao contrário do cartão de crédito, no pré-pago, você não consegue parcelar suas compras. Ou seja, todas as compras são feitas à vista.

 

Leia mais | Chegou o cartão de crédito da Cora 

 

Como funciona o cartão de crédito pré-pago?

Fica mais fácil de entender como funciona o cartão se a gente pensar na lógica envolvendo um chip de celular pré-pago. Para conseguir utilizar os serviços telefônicos, uma pessoa precisa colocar créditos no chip, ou fazer a recarga. O saldo é consumido de acordo com a utilização e quando o valor acabar, basta colocar mais créditos.

Com o cartão pré-pago acontece a mesma coisa. Você estabelece o valor que quer colocar de crédito e utiliza até acabar. Quando isso acontece, ou você coloca mais crédito, ou para de utilizá-lo. Assim como acontece no celular, é preciso conferir o saldo disponível com frequência, garantindo assim que todas as compras serão concluídas.

Se você estiver pensando  que trata-se então de um cartão de débito, saiba que os dois produtos são diferentes. Isso porque para se ter um cartão de débito é necessário abrir  uma conta corrente em algum banco. Já com o cartão de crédito pré-pago não existe essa obrigatoriedade.

Por isso, esse meio de pagamento oferece maior controle dos gastos, já que separa o saldo em conta do saldo destinado a compras. Nesse caso, o pré-pago pode ser utilizado em situações nas quais seja necessário o cadastro de um cartão de crédito para finalizar uma compra online ou contratação de um serviço de streaming, por exemplo. 

Mas vale dizer que também você vai precisa ter muito cuidado para utilizar esse tipo de cartão e evitar se complicar financeiramente.

 

Leia também | O que é fluxo de caixa? 

 

Como recarregar?

A forma como se carrega o cartão pré-pago depende muito da instituição financeira escolhida. Porém, normalmente, é comum que o processo ocorra por meio dos seguintes métodos: 

  • Débito em conta: o saldo a ser depositado no cartão pré-pago é descontado diretamente de uma conta corrente do usuário. Como dissemos, não é necessário ter uma conta para utilizar o cartão;
  • Boleto bancário: normalmente, o boleto no valor que você deseja recarregar pode ser gerado dentro do aplicativo que controla o cartão. Esse documento pode ser pago em lotéricas, aplicativo de bancos ou até em caixas eletrônicos;
  • Depósito: essa possibilidade de recarregar somente através de depósito vale para depósitos identificados, aqueles feitos pessoalmente no caixa, colocando o CPF do portador do cartão;
  • Lojas conveniadas: alguns cartões possuem lojas físicas conveniadas que possibilitam a recarga do cartão. Nesse caso, basta comparecer ao local com o dinheiro em mãos.

 

Precisando de uma forcinha com a sua gestão financeira?

Baixe gratuitamente o nosso ebook e aprenda os conceitos básicos sobre finanças empresariais

Gestão financeira empresarial

 

Vantagens e desvantagens do cartão pré-pago

Agora que você já sabe o que é e como funcionam os cartões pré-pagos, chegou a hora de descobrir as vantagens e desvantagens para entender se este serviço está ou não adequado ao seu perfil.

 

Vantagens

Uma grande e importante vantagem é que ele não tem anuidade. Então, se você quer fugir dessa taxa comumente cobrada no cartão de crédito, já pode marcar um ponto positivo.

Já para quem gosta de ter um controle maior de gastos, esse cartão oferece mais uma vantagem, já que só é possível gastar a quantia previamente carregada no cartão. Dessa forma,  o cliente define um limite de gastos dentro de um determinado período, que pode ser de 30 dias ou até  mesmo um período mais curto. 

Como não existe fatura, o risco de atrasar o pagamento ou de não ter o valor total no dia do vencimento também não existe. Quem utiliza o cartão pré-pago fica livre das altas taxas de juros por atraso.

Outra vantagem também é a não necessidade de comprovação de renda para adquirir o cartão, diferente do que acontece nas outras modalidades financeiras. Para utilizar o cartão pré-pago, basta solicitá-lo à instituição financeira, simples assim. 

Essa simplicidade também permite que menores de idade, que não podem abrir conta concorrente na grande maioria dos bancos, possam ter um cartão e não precisem andar com dinheiro físico. Desse modo, o cartão acaba sendo uma opção segura e prática.

Além disso, não existe aprovação. Quem tiver interesse no cartão pré-pago precisa solicitá-lo, realizar o cadastro e sair usando. Isso vale tanto para as pessoas físicas como para as jurídicas.

 

Leia também | 5 dicas para fazer o controle financeiro empresarial 

 

Desvantagens

Uma grande desvantagem que requer atenção está relacionada com as taxas que podem ser cobradas. Mesmo sem a anuidade, cada instituição financeira tem liberdade de cobrar as tarifas que desejar. Por isso, vale observar o contrato antes de assiná-lo.

Além disso, a impossibilidade de parcelar suas compras é outra desvantagem. Como são permitidas apenas compras à vista, é preciso sempre ter o valor total da compra no saldo do cartão. 

Nesse sentido, o cartão pré-pago também possui limites de movimentação. Portanto, mesmo que exista o saldo no cartão é possível que o valor da compra exceda o limite de movimentação diário. Os limites variam de acordo com as instituições, por isso é preciso verificar individualmente com cada empresa. 

 

Depois de saber de todos esses detalhes, o que você acha? O cartão crédito pré-pago é uma boa opção para você? Se você precisa de mais dicas sobre score e pontuação de crédito, não deixe de conferir nossas dicas para melhorar a pontuação do seu CNPJ.

 

Sua empresa faz tudo em um Pix: pagar, cobrar e receber.

Seguro e sem tarifas

Por Equipe Cora

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Chegou o cartão de crédito PJ da Cora, exatamente do jeito que a gente gosta: com zero tarifas, sem burocracia e feito sob medida para o seu negócio

Título

Descrição