Contabilidade para dentista: veja 7 dicas de organização financeira

3 de Agosto de 2022
Profissional em sua clínica avaliando a melhor forma de fazer contabilidade para dentista.

Fazer a contabilidade de um consultório de dentista é essencial para entender se os negócios estão tendo lucratividade ou não. Na verdade, essa necessidade é para qualquer setor, mas é necessário levar em consideração as suas particularidades, com as da área odontológica.

Esse assunto tende a assustar muitos profissionais desta área, principalmente pelo fato de que as faculdades de odontologia não costumam tratá-lo durante a graduação. Sendo assim, aprende-se muito sobre o trabalho, mas nem tanto sobre como administrar uma empresa.

Como regras, leis e obrigações fiscais são essenciais independentemente da atividade que se exerce, o desafio fica em descobrir como cuidar de tudo e evitar problemas com a receita federal, além de ter que cuidar da gestão financeira do consultório, afinal, o dinheiro é necessário para pagar as contas e manter a clínica em pé.

Então, para que esse processo fique mais simples e fácil de executá-lo, este conteúdo vai te apresentar como fazer a contabilidade para dentista para acompanhar a atividade comercial e realizar a gestão de forma satisfatória, sendo possível economizar despesas com tributações e aumentar o lucro com a otimização dos gastos operacionais.

O mercado de odontologia

Quando se olha para o mercado de odontologia no Brasil, enxerga-se um cenário de muitas possibilidades, principalmente pelo fato de que, além da importância para a saúde da população, é muito relevante para a economia brasileira.

Dito isso, considera-se que o mercado odontológico movimenta bilhões de reais. De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), anualmente, o setor movimenta cerca de R$38 bilhões no Brasil, comprovando a força da área para a economia.

Ainda de acordo com os dados, a quantidade de cirurgiões dentistas, técnicos e auxiliares em saúde bucal no país ultrapassa a marca de 520 mil.

Isso tudo faz com que as chances de sucesso empreendendo nesta área sejam ainda mais promissoras. Porém, não se deve descuidar da contabilidade para evitar problemas e prejuízos.

Por que fazer a contabilidade é importante?

É claro que nem toda pessoa empreendedora precisa saber tudo sobre contabilidade antes de montar um negócio, afinal, há profissionais qualificados para isso. No entanto, quando se decide empreender, é necessário entender que algumas obrigações fiscais são essenciais para o sucesso da empresa.

Antes mesmo de iniciar o processo de abertura de uma empresa, seja um consultório odontológico ou qualquer outra atividade comercial, deve-se ter em mente a necessidade de contratar um escritório de contabilidade para ajudar em todas as etapas, desde os alvarás e regimes tributários, até o planejamento tributário, impostos de renda e se manter em dia com a Receita Federal.

No entanto, há muitas atividades do dia a dia que você precisa aprender a executar e controlar para que as coisas não saiam dos trilhos, como a gestão financeira, análise do livro caixa, o lucro real, lucro presumido, entre outros.

A contabilidade para dentista é que vai te ajudar a encontrar o caminho certo a seguir com sua clínica, obtendo lucro e custeando todas as despesas.

7 dicas para fazer a contabilidade para dentista

Visto todas as informações acima, como a importância de se fazer a contabilidade para dentista e também porque contar com um contador profissional, agora é hora de conhecer as dicas para manter a saúde financeira da sua clínica odontológica bem saudável.

1. Conheça seus objetivos

Pode até parecer que o objetivo de um consultório odontológico seja igual para todos, mas não é bem assim. O público-alvo, tamanho da clínica e quantidade de funcionários varia de acordo com os objetivos particulares de cada pessoa que empreende nessa área.

Por isso, conhecer bem esses objetivos ajuda a nortear as tarefas e missões no dia a dia das atividades.

2. Busque conhecimento de contabilidade

Conhecer a fundo tudo que envolve a contabilidade da sua clínica vai te ajudar a ter ainda mais sucesso na sua clínica. Mas, claro, isso não significa que se possa dispensar um profissional de contabilidade, pois, como já mencionado acima, ele é a pessoa mais indicada a te orientar sobre tudo relacionado às tributações e obrigações fiscais.

Porém, estudar sobre esses assuntos pode garantir ainda mais assertividade, inclusive conseguir conversar sobre possibilidades futuras com o contador.

3. Entenda os impostos da área

O contador também vai te ajudar nestas questões aqui. Porém, busque informações sobre Simples Nacional, folha de pagamento e os impostos para dentistas que você precisa pagar.

4. Separe as contas pessoais das jurídicas

Esta dica é essencial a qualquer pessoa que deseja empreender. Separar as contas pessoais das jurídicas faz com que as despesas e o lucro se tornem ainda mais reais, sem a falsa sensação de que tem dinheiro a mais ou a menos.

Para fazer isso da forma correta, abra uma conta pj exclusiva para todas as transações da clínica. A Cora oferece esta conta com isenção de mensalidade, além de um cartão de crédito sem anuidade. Isso tudo ajuda a economizar ainda mais para aplicar na sua clínica. 

5. Tenha gestão de cobrança eficaz

Controlar o dinheiro que entra e sai também é essencial. Por isso, ter uma boa gestão de cobrança faz com que todo o processo fique ainda mais completo, sendo possível, inclusive, receber via boleto bancários dos seus pacientes.

6. Separe as despesas fixas das variáveis

Avalie essas despesas separadamente para entender o quanto cada uma delas representa nos gastos mensais. Essa análise permite, inclusive, entender o que é possível cortar quando precisar fazer algum tipo de economia ou maiores investimentos.

7. Avalie os valores do serviços regularmente

Num país onde a inflação é tão volátil quanto o Brasil, onde o preço de produtos e mão-de-obra mudam com frequência, considere avaliar os valores dos serviços regularmente.

Quando você estipula um preço e esquece de reavaliá-lo, há grandes chances de estar atuando com uma margem de lucro abaixo do necessário para manter a saúde financeira do seu negócio.

Então, faça cálculos e mais cálculos sempre que necessário para trabalhar com preços competitivos, mas que supra suas necessidades.

Pronto, agora você já sabe como fazer a contabilidade para dentista, além de 7 dias essenciais para a gestão financeira da sua clínica odontológica.

Por Equipe Cora

Junte-se a mais de 100.000 negócios e receba conteúdos para alavancar os resultados da sua empresa direto no seu email!

A Conta PJ gratuita e sem burocracia que o seu negócio merece.

Cadastre a sua empresa em menos de 10 minutos e abra uma conta PJ totalmente sem custos. Junte-se a mais de 100.000 empreendedores, economize tempo e dinheiro e foque no que importa: no seu negócio.

5/5

“Excelente app, bem simples e entrega o que promete. Cobrança gratuita de boleto que reduziu bastante os custos na empresa” Guilherme Silva

Recebemos seus dados!

Enviamos um email de confirmação para você. Não esquece de checar a sua caixa de entrada depois! 

Se você quiser, você pode continuar a sua leitura agora.

Já vai? Gostaríamos de oferecer um cafezinho, mas por enquanto, oferecemos uma conta sem burocracia e sem taxas abusivas. Saiba mais e #SejaCora

Título

Descrição